versão para impressão

Eu faço novas todas as coisas

12 de janeiro de 2021

No Evangelho, Jesus convida aqueles que se tornariam seus apóstolos de maneira tão convincente que a resposta é quase que imediata: largaram redes e barcas e seguiram a Jesus. O Deus que tudo pode mostra sua grandeza infinita ao abraçar a humanidade e torná-la parte de Sua obra de Salvação. Ao chamar cada apóstolo pelo nome, Cristo mostra o desejo de tornar a humanidade a extensão de Seus braços.

Deus se utiliza das pessoas – como os benfeitores da ACN – para realizar maravilhas no mundo, mesmo em um ano com dificuldades nunca vividas antes, com foi 2020. No início do ano, a ameaça de um vírus pairava no ar, mas parecia algo muito distante, do outro lado do mundo. De repente, em março, o medo bateu também a porta dos brasileiros. As aulas pararam, parte do comércio fechou, muitos ficaram isolados em suas casas e os números de contaminados e mortos crescia dia a dia.

A ACN se mobilizou para estar mais perto dos seus benfeitores pelas cartas, telefonemas, mensagens de vídeo e “lives”. Como ponte de amor, que liga os que podem ajudar aos que precisam de ajuda, a ACN quis também estar mais perto de seus benfeitores naquele momento tão difícil. Ao mesmo tempo, pedidos de ajuda urgentes começaram a chegar de todo o mundo.

No Brasil e em todo o planeta, padres, religiosas e missionários se adaptavam aos novos “protocolos de saúde” e, mesmo com seus poucos recursos, ajudavam as famílias mais carentes. Alguns escreviam: “Não se esqueçam de nós”; outros que passavam por situação de guerra lembravam: “Não nos abandonem”.

Os benfeitores da ACN estavam na linha de frente do amor e da compaixão

A ACN, como sempre, prometeu ajudar contando com a caridade dos benfeitores. Mas uma preocupação surgiu: era um momento em que o mundo inteiro entrou em uma crise sanitária e financeira, será que os benfeitores poderão ajudar a ACN nesta missão? A ACN aprovou então uma ajuda emergencial de amplitude global. Como garantia ficou a fé na Providência e a caridade dos benfeitores.

Mais que o medo da Covid-19, queríamos mostrar o poder do amor. A ACN lembrava que não é um vírus, mas sim Deus quem determina a história da humanidade. Se muitos estavam na linha de frente dos cuidados de saúde, os benfeitores da ACN estavam na linha de frente do amor e da compaixão.

A onda de generosidade ganhou impulso. Chegavam até à ACN relatos de benfeitores que mobilizavam toda a família pois, impedidos de sair de casa para fazerem sua doação no banco ou casa lotérica, pediam aos seus filhos e netos para realizarem a doação pela internet. Benfeitores se revelaram verdadeiros braços do Amor de Deus e permitiram assim que a Igreja continuasse seu trabalho de evangelização e caridade em todo o mundo. Deus, mais uma vez, fez novas todas as coisas!

Talvez a crise gerada pelo coronavírus levará ainda um tempo para ir embora. Enquanto isso os pedidos de ajuda continuam chegando. Muito ainda deve ser feito e contamos com você! Mas, sobretudo, queremos mais uma vez lhe agradecer pelo incrível trabalho que você permitiu a ACN realizar em 2020. Sabemos que a ACN está no seu coração e queremos que saiba que você está também no coração da ACN. Muito obrigado!

Leave A Comment