Relatório sobre os Cristãos Perseguidos

2020-10-15T13:30:45-03:00

Relatório sobre os Cristãos Perseguidos por causa da fé (2017-19)

Faça o download do arquivo PDF
com o relatório completo.

RESUMO POR
PAÍS

PERSEGUIÇÃO AOS CRISTÃOS NO PERÍODO 2017-19
EM COMPARAÇÃO COM O PERÍODO 2015-17

Passe o mouse ou clique nos países em vermelho para ver a situação no período.

Perseguidos e Esquecidos? MAP Placeholder
Perseguidos e Esquecidos? MAP

RESUMO DAS
CONCLUSÕES

Período em análise: Julho de 2017 a Julho de 2019

1

Após um período de genocídio no início da década, a perseguição aos cristãos nos principais países do Oriente Médio, como por exemplo a Síria e o Iraque, diminuiu muito.

2

Apesar disso, o impacto deste genocídio – continuação dos fluxos migratórios, crises de segurança, pobreza extrema e recuperação lenta – indica que pode ser muito tarde para que algumas comunidades cristãs do Oriente Médio se recuperem. Em algumas cidades, a contagem regressiva para o desaparecimento do Cristianismo parece irreversível.

3

A comunidade internacional mostra uma preocupação sem precedentes em relação à perseguição, mas já não tem muito tempo se quiser salvar o Cristianismo em muitas partes do Oriente Médio. As medidas tomadas até o momento poderão não ser suficientes para garantir o futuro da presença da Igreja nesta região.

4

Da Nigéria – na África Ocidental – a Madagascar – na África Oriental – os cristãos em algumas partes da África estão ameaçados por extremistas islâmicos que procuram eliminar a Igreja, seja pelo uso da força, ou por meios desonestos, incluindo subornar pessoas para que se convertam.

5

A perseguição contra os cristãos agravou-se sobretudo na Ásia Meridional e Oriental. Esta é agora a região mais crítica em termos de perseguição.

6

Ataques a igrejas no Sri Lanka e nas Filipinas mostram que os cristãos da Ásia Meridional e Oriental enfrentam uma ameaça em três frentes: do extremismo islâmico, do nacionalismo populista e dos regimes autoritários.

7

Há uma unidade cada vez maior de objetivos entre grupos religiosos nacionalistas e governos, o que representa uma ameaça crescente – e em grande parte não reconhecida – aos cristãos e a outras minorias na Índia, Sri Lanka, Mianmar e outros países na Ásia Meridional e Oriental.

8

Em todo o mundo, os cristãos são o alvo preferido de extremistas violentos que atuam sem limites e que olham para os cristãos locais como uma alternativa legítima a um ataque direto ao Ocidente.

Um olhar sobre
uma crise profunda

Assista ao vídeo
síntese deste relatório.
(vídeo em português de Portugal)

A perseguição de uma religião pode assumir muitas formas. Podem ser os ataques diretos e brutais realizados pelo EI no Iraque e na Síria contra os cristãos e os Yazidis, ou podem ser formas mais sutis, como por exemplo discriminação, ameaças, extorsão, sequestro e conversão forçada, negação de direitos ou restrições à liberdade.

+ Cardeal Joseph Coutts
Arcebispo de Karachi, Paquistão

Faça o Download do Relatório

A ACN apoia mais de 5.000 projetos em cerca de 130 países todos os anos, ajudando os cristãos a viverem a sua fé onde quer que eles sejam perseguidos, ameaçados ou onde quer que necessitem de ajuda pastoral.

Colabore, doe agora!
Ir ao Topo