versão para impressão

Duas Igrejas incendiadas em Santiago do Chile

19 de outubro de 2020

A ACN condena os violentos ataques a duas igrejas em Santiago do Chile, ontem, 18 de outubro. Dois templos foram atacados por manifestantes em um momento em que várias horas de manifestação pacífica aconteciam para comemorar o início da erupção social de 18 de outubro de 2019: a Igreja de São Francisco de Borja e a Igreja da Assunção, uma das mais antigas da capital, construída em 1876, que já havia sido atacada em 8 de novembro de 2019.

Declaração de Thomas Heine-Geldern, presidente executivo da ACN:

“Estamos consternados com as agressões, saques e ataques a igrejas em Santiago do Chile: os acontecimentos de ontem mostram o quão longe podem chegar a violência e o ódio promovidos por alguns grupos.

Nada justifica o uso da violência, nem os ataques a espaços sagrados, nem o uso da violência contra a fé e crenças alheias contribuirão para a defesa da justiça social, racial ou econômica.

Acreditamos que, embora seja legítimo manifestar e pedir mudanças sociais, o ódio desenfreado contra grupos religiosos gera violência e destruição e deve ser abertamente condenado em todo o mundo. Além disso, pedimos ao governo chileno que garanta a proteção dos edifícios religiosos contra este tipo de crimes de ódio.

Expressamos a nossa proximidade e apoio ao pároco da Igreja da Assunção, Pedro Narbona, que desde há muitos anos também apoia o trabalho da ACN no Chile em favor dos sofredores e perseguidos cristãos. Ficamos horrorizados com o fato de ele ter sofrido em primeira mão um nível de violência contra a Igreja que até agora só conhecíamos em outras partes do mundo.

A ACN reitera o seu apoio a todos os cristãos do Chile, cujos templos e edifícios são sistematicamente ameaçados por grupos violentos. Desde outubro de 2019, mais de 57 templos e edifícios foram atacados e queimados neste país.

One Comment

  1. João Gabriel Rodrigues Filho 20 de outubro de 2020 at 12:44 - Reply

    Lamento profundamente e inacreditável que no pleno século 21 ainda existem pessoas usando violências e ódios para praticar destruições aos templos sagrados. Estas ações criminosas são ofensas a fé dos cristãos e contra os designos de Deus.

Leave A Comment