versão para impressão

Tornando sonhos realidade

9 de abril de 2021

“Quem caminha sozinho chega rápido, mas quem caminha junto chega longe” Clarice Lispector

Esta frase representa a identidade de cada benfeitor da ACN que, abrindo mão de conquistar rápido grandes investimentos para o seu próprio bem-estar, doam para construir o bem de milhares de cristãos em necessidade. Essa é a sua história, e a sua doação é a resposta de quem decidiu não caminhar sozinho.

Tendo em vista a convicção de caminhar junto, uma benfeitora, que prefere não se identificar e guardar em segredo a sua ação, ousou no amor: mesmo que em condições difíceis, ela doou o valor da venda de um imóvel para a ACN, dizendo: “Deus me ajudou a realizar um sonho, agora eu
quero tornar realidade o sonho de outras pessoas”.

Ela continua, “não pense que somos ricos, tudo que temos foi conquistado com muita luta e principalmente oração. Às vezes nos faltava o essencial, rezávamos e Deus providenciava mais do que tínhamos pedido. Então eu doava esse ‘a mais’ porque entendia que a sobra não era minha, era o bem de outra pessoa que Deus tinha feito chegar nas minhas mãos.” Como ela, inúmeros benfeitores doam o seu “óbolo da viúva”, retirando o que podem da renda de casa para aliviar o sofrimento de pessoas que nunca viram, de nomes que nunca pronunciaram, mas que, em Deus, sabem: somos irmãos.

“Deus realizou o impossível”

Nossa benfeitora tinha o sonho de ter uma casa própria, mas esse investimento parecia impossível. Depois de anos de muito trabalho e de muita oração, a família, enfim, realizou o sonho de sair do aluguel. Mas não acabou por aí. Três anos depois, a bênção foi dobrada e ela pôde comprar outro imóvel. “Deus realizou o impossível”, ela reconhece emocionada. Tocada pela bondade de Deus, ela decidiu retribuir ajudando outras pessoas. Resolveu que venderia o primeiro imóvel e doaria o valor da venda. “Minha família não aceitou no início, afinal, esse dinheiro nos ajudaria em outras coisas. Mas eu estava decidida, aquela casa representava o sonho de outras pessoas e eu não podia ignorar o que Deus estava colocando no meu coração.”

Com o dinheiro e conquistada a aprovação da família, faltava saber para onde doar. Assistindo a um vídeo do Papa Francisco, no qual ele pede apoio aos projetos da ACN, ela encontrou sua resposta. Mas ficou dividida quando, pouco tempo depois, assistiu ao programa “A Igreja pelo
Mundo”, que mostrava uma instituição que ajudava pessoas no mundo inteiro. Quando pensou em dividir o valor entre as duas obras, descobriu que se tratava da mesma. Era uma confirmação do céu!

A doação dessa benfeitora levou ajuda material e de evangelização a povos na África; ajudou a reconstruir a vida de cristãos vítimas do terrorismo no Iraque; permitiu o acolhimento e a catequese de pessoas em situação de rua que foram socorridas por comunidades católicos no Brasil; além de milhares de atos de bondade pelo mundo inteiro. Agradecemos incansavelmente, mas sabemos que a nossa gratidão nunca será suficiente para compensar tanta generosidade. Por isso, rezamos para que este “caminhar junto” que cada benfeitor escolheu ao invés de “caminhar rápido”, os leve longe, os leve até o Céu, o maior e mais recompensador sonho que todos podemos querer.

Leave A Comment