//Formação de seminaristas ampliará sacerdócio na Amazônia

Formação de seminaristas ampliará sacerdócio na Amazônia

2018-08-27T17:04:00+00:00agosto 28th, 2018|Projetos|

O vicariato apostólico de Yurimaguas (no leste do Peru) está localizado em grande parte na Floresta Amazônica, região onde vivem diversos grupos indígenas. Há aproximadamente 224 mil católicos na região, dispersos numa área maior do que alguns países europeus. Além disso, o sacerdócio na Amazônia possui apenas 25 padres; os quais enfrentam jornadas longas, difíceis e perigosas como parte de sua missão no cuidado desses católicos.

Portanto, ter mais padres ajudando no ministério ao auxiliar pastoralmente os fiéis católicos, ministrando-lhes os sacramentos, é uma das maiores necessidades do vicariato; o qual fundou um apostolado vocacional que já está rendendo frutos. No momento há 19 jovens se preparando para a ordenação. Além disso, sete deles ainda estão nos primeiros dois anos no seminário propedêutico de Yurimaguas; enquanto outros doze já estudam no seminário da diocese de Callao, perto da capital Lima.

Esperança nas vocações locais

No passado, foram os heroicos missionários europeus que enfrentaram todas as adversidades da região para proclamar a Boa Nova do Evangelho na região. No entanto, com a diminuição do número daqueles missionários, novas vocações locais estão vindo do povo peruano nas paróquias fundadas por eles. Por terem nascido e crescido na região, esses jovens estão aptos fisicamente, linguisticamente e culturalmente; características necessárias para trabalhar sob condições climáticas características de um clima tropical, e entre os povos indígenas da floresta.

A Fundação Pontifícia ACN prometeu ajudar na formação desses 19 jovens em sua caminhada para o sacerdócio.

Leave A Comment