Mauritânia

Um pedido emergencial que irá mudar a vida de muitos na África.

A Mauritânia foi a última nação do mundo a abolir a escravidão e isso só ocorreu em 1981. No entanto, possuir pessoas como escravas só foi considerado um crime no país a partir de 2007. As sequelas de tanto sofrimento são sentidas sobretudo nas crianças, sendo a desnutrição uma das maiores causas de mortalidade infantil no país.

Só na capital do país, Nouakchot, existem mais de 40 mil crianças subnutridas. Lá, 27 religiosas fazem um trabalho incrível de, além de atender crianças subnutridas, ajudar mulheres grávidas, doentes, deficientes, migrantes, prisioneiros, além de realizar um grande trabalho na educação de crianças e adultos que só agora são reconhecidos como seres humanos.

Mas esse trabalho pode acabar se você não nos ajudar logo. As irmãs ajudam na área da saúde e educação sem receber nenhuma ajuda do governo. Elas contam com nossa caridade em um país onde quase ninguém as ajuda: os católicos são apenas 0,1% da população.

A ACN verificou que, com 260 reais é possível ajudar a manter o trabalho de uma dessas irmãs por um mês.

Abrir mão de comprar alguma coisa para contribuir significa muito, sobretudo em uma realidade onde vida e morte andam muito próximas.

Sua doação sua vai repercutir na vida de uma criança, um doente e, mais, vai repercutir por toda a eternidade no coração de Deus Pai.

Agora depende de você. O pedido é urgente.

DOE AGORA

Caso as doações superem a necessidade do projeto apresentado, o excedente será destinado a projetos semelhantes.