//A Venezuela precisa do seu apoio e de suas orações

A Venezuela precisa do seu apoio e de suas orações

2018-05-23T14:18:53+00:00 maio 23rd, 2018|Notícias|

O país está sofrendo as crises econômica e política mais fortes de sua história. A Igreja venezuelana sofre assim junto com seu povo.

Grave crise econômica

Segundo o último relatório da Cáritas Venezuela, a inflação dos preços dos alimentos ultrapassou 1.300% em 2017. Da mesma forma, o Fundo Monetário Internacional estima que a inflação na Venezuela será de 13.000% em 2018, a taxa mais alta do mundo.

Em 1º de maio, o salário mínimo mensal subiu de 1,3 milhão de bolívares para 2,5 milhões; Isso significa de fato um aumento de 95%. É o nono aumento salarial desde janeiro de 2017 e o terceiro no decorrer deste ano. Embora o aumento, é praticamente impossível para os cidadãos comuns comprarem qualquer coisa. Um quilo de frango custa 2,5 milhões de bolívares; um quilo de arroz, por exemplo, custa 600.000 bolívares; dois rolos de papel higiênico custam 500.000 bolívares; uma garrafa de água custa 200.000 bolívares. A cesta básica custaria, então, aproximadamente o equivalente a 50 salários mínimos.

A Igreja venezuelana sofre junto com seu povo

Sacerdotes e religiosos estão fazendo todo o possível para apoiar, acompanhar e confortar seu povo. Mas quem cuida deles para que eles próprios não colapsem emocional ou espiritualmente? Uma coleta de missa semanal média é de cerca de 80.000 bolívares. Além disso, especialmente os sacerdotes nas periferias urbanas dificilmente têm renda para se sustentar ou cobrir os custos de transporte. Um pneu, por exemplo, custa 30 milhões de bolívares. A situação piora em caso de doença; pois os medicamentos são caros e muitas doenças crônicas podem se tornar mortais.

Crise política

A Venezuela também se encontra em uma crise política: o governo antecipou a eleição presidencial para 20 de maio. Em seu mais recente comunicado de imprensa, a conferência dos bispos da Venezuela disse que a eleição não seria legítima. Os bispos acusaram que a votação seria realizada “sem as garantias apropriadas que acompanham cada processo eleitoral livre, confiável e transparente”; o colégio episcopal disse que, “ao invés de resolver a crise que o país está passando, (a eleição) pode piorar e trazer o país para uma catástrofe humanitária sem precedentes.” A declaração dos bispos também observou as “inúmeras desqualificações de possíveis candidatos” e solicitou que a eleição fosse adiada para o último trimestre do ano.

Depois de ver o sofrimento do povo venezuelano, a Fundação Pontifícia ACN propõe uma campanha urgente de oração e apoio à Venezuela

Ícone oração

A ACN também incentiva os católicos de todo o mundo a rezarem na Missa pela “paz e o futuro da Venezuela”.

Ícone doação

Ao doar através da ACN, você está apoiando sacerdotes necessitados em um dos mais de 140 países

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!