versão para impressão

Irmãs Carmelitas em Zomba recebem ajuda

8 de fevereiro de 2021

Desde o ano de 2003, existe um convento das irmãs Carmelitas na diocese de Zomba, no sul do Malaui. Atualmente, há onze irmãs que vivem lá, todas dedicadas inteiramente a uma vida de oração e contemplação. Elas estão orando pela salvação de todo o mundo e, especialmente, pela santificação dos sacerdotes. E há várias moças que gostariam de se juntar a elas.

Os fiéis católicos locais ficam encantados com a presença das irmãs e também ficam felizes em apoiá-las, na medida de suas possibilidades. Mas eles são muito pobres. A estação seca dura oito meses do ano. E assim, muitas vezes, são as próprias irmãs que acabam compartilhando, ainda que com alegria, o pouco que têm com os pobres que batem à sua porta.

Até agora, as irmãs conseguiram ganhar seu sustento modesto, sobretudo produzindo hóstias para a diocese. Inicialmente, havia poucos clientes, mas a demanda tem crescido continuamente desde então e agora eles estão atendendo pedidos não só de sua própria diocese, mas também de dioceses vizinhas no país.

Irmãs Carmelitas em Zomba precisavam de uma ajuda

Mas havia um problema para elas. Elas não tinham um veículo para transportar os pesados sacos de farinha de que precisavam. Às vezes, elas conseguiam encontrar alguém para ajudá-las com o transporte, mas apenas como uma solução de emergência. Anteriormente, elas possuíam um veículo muito antigo que, com o passar dos anos, tornou-se cada vez menos confiável e caro para consertar e manter. Não era mais adequado para o propósito.

Então, graças à ajuda dos nossos generosos benfeitores, a ACN conseguiu intervir com uma contribuição que lhes permitiu adquirir um veículo totalmente novo. Agora elas podem transportar a farinha e todos os outros materiais de que necessitam. É importante dizer que, dadas as condições das estradas no Malaui, como em muitas outras partes da África, era essencial ter um veículo robusto, capaz de lidar com o terreno, caso contrário, rapidamente se desgastaria e se tornaria inútil.

As irmãs estão muito felizes e profundamente gratas por sua ajuda. Eles escrevem: “Estamos muito felizes com este carro. Que Deus o abençoe e recompense um milhão de vezes! Quem lê os corações sabe o quanto somos gratas! “

Leave A Comment