Por conta da pandemia do coronavírus muitos rezam por você. A ACN tem recebido mensagens de amigos e parceiros de projetos, que desejam ser solidários com nossos benfeitores por meio da oração. Um destes amigos é Dom Diamantino Antunes, bispo de Tete, Moçambique, um dos países mais pobres do mundo. De fato, uma nação que enfrenta muitos desafios e sempre conta com a ajuda da ACN.

Em 2017 por exemplo, um ciclone atingiu o país por cinco dias. Os fiéis ficaram desolados por perderem também suas capelas. Enviaram um pedido de ajuda à ACN para reconstruir sua vida de oração. Os benfeitores ajudaram e mais uma vez o milagre foi realizado.

Mensagem vinda de Moçambique

Agora esse mesmo povo deseja consolar todos aqueles que passam por esse momento difícil da pandemia do coronavírus, deseja consolar a você, amigo e benfeitor da ACN. Veja mensagem de Dom Diamantino Antunes:

“Espero que esta minha mensagem vos encontre bem. De longe, mas perto com o coração e a oração tenho acompanhado o drama que vivem.

Inesperadamente um vírus entrou nas nossas vidas. Fomos todos convocados a voltar para casa. À força, somos confrontados com as incertezas e a fragilidade do que deixamos e do que aí virá de difícil. Parece que os nossos projetos de futuro caem, que o destino escapa ao nosso controle.
Vocês já estão sendo confrontados com decisões que lhes implicam e lhes retiram da rotina e da normalidade.

Somos chamados a ser solidários, com responsabilidade e docilidade; a ser fortes, suportando com serenidade este tempo adverso; somos chamados à oração, à comunhão com os que sofrem.

Em Moçambique, país onde o sistema e condições de saúde são precárias, o cerco aperta-se e sabemos que somos todos parte deste planeta assolado por esta ameaça desconhecida. Deposito a minha fé em Deus e na capacidade dos homens para se salvarem.

A todos os amigos e benfeitores da ACN, em Moçambique, há um bispo que sofre com vocês e reza por cada um de vocês.
Unidos na oração e na missão.”

Dom Diamantino Guapo Antunes IMC
Bispo de Tete

A ACN tem uma grande missão pela frente neste tempo de coronavírus

Mesmo neste período de pandemia, o trabalho da ACN continua e tem importância ainda maior. Afinal, em uma crise os países mais pobres são os que mais sofrem. Em Moçambique mesmo já foram registrados os primeiros casos de coronavírus. Nos países onde os cristãos sofrem perseguição – bem como aqui no Brasil, onde muitos sofrem miséria – A ACN vê pela frente uma grande missão. E você, benfeitor, benfeitora e todo aquele que quiser ajudar os que mais precisam, é chamado a continuar ajudando com suas doações e oração, pois vocês são e sempre serão a maior força da ACN.

Clique aqui e faça sua doação