versão para impressão

Curando as Feridas na África

1 de março de 2021

Milhares de cristãos na África sofrem perseguição religiosa e dependem de ajuda. Nesta Quaresma, a ACN irá socorrê-los com a caridade e coragem dos seus benfeitores, por meio da campanha Curando as feridas na África.

Em 2019, a África bateu um triste recorde pela segunda vez consecutiva: foi o continente que registrou o maior número de assassinatos de sacerdotes, religiosos e membros da Igreja. Aliás, a perseguição aos cristãos na África é imensa. Além das grandes dificuldades econômicas e sociais, às quais se soma a pandemia do coronavírus, os cristãos são ameaçados, perseguidos e muitas vezes assassinados por grupos religiosos extremistas.

Os efeitos de viver sob a constante ameaça do terrorismo extremista são terríveis. Afinal, tudo isto provoca um grande sofrimento. O número de pessoas que precisam de apoio é enorme: chegam em multidões às igrejas, às religiosas e aos sacerdotes procurando por ajuda.

A ACN ajuda o continente da esperança

Apesar da situação catastrófica em muitas regiões, a África ainda é um continente de esperança. Com os seus 234 milhões de fiéis, ali vive mais de um sexto de todos os católicos do mundo. Por isso mesmo, a África é também o continente mais ajudado pela ACN atualmente. Sem a presença da Igreja no continente africano não há esperança.

A ACN ajuda diversos projetos no continente africano com o objetivo proporcionar meios para a Igreja consolar e ajudar os cristãos que sofrem. Para esta campanha de Quaresma, a Fundação Pontifícia preparou uma página especial, com vídeos de testemunhos e mais informações sobre os projetos apoiados pela ACN. Acesse a página Curando as Feridas na África. São projetos como o centro de recursos humanos e formação para aconselhamento em traumas na Diocese de Maiduguri, Nigéria. Já em Moçambique, religiosas como a Irmã Nubia Zapata, que acolhe as famílias de refugiados, vítimas da atual situação de guerra no país, contam com a ACN para continuarem seu trabalho desafiador de consolar aqueles que viram de perto os horrores de uma guerra.

Você pode fazer parte desta missão!

São muitos lugares no continente africano onde os sacerdotes, missionários e religiosas permanecem ao lado do povo. E, se membros da Igreja estão lá, certamente a ACN também permanece como uma fonte de ajuda e amparo para sanar as feridas geradas por tantos conflitos e perseguições.

É uma ajuda que, contudo, só terá sucesso com a sua doação, que é fundamental para manter a fé viva no continente africano. Clique aqui para fazer a sua doação!

Leave A Comment