Mensagem do assistente eclesiástico da ACN Brasil, Frei Rogério Lima, a todos os benfeitores e amigos da Fundação Pontifícia.

Estamos vivendo um momento exigente por conta do novo coronavírus. No entanto, não podemos cair no medo, na frieza e na indiferença. O nosso Deus é o Senhor da Vida e tem o senhorio acima de toda e qualquer realidade de morte.

Nós, da ACN, estamos rezando por todos os nossos benfeitores, seus familiares e amigos. Bem como estamos rezando para o fim dessa pandemia e que possamos, ao final dela, ver que crescemos como humanidade. Na nossa capela, nossas orações do Angelus e a Adoração continuam, respeitando sempre o número reduzido de pessoas. Em todas as minhas celebrações eu também os recordo com muito carinho. Contem sempre conosco! Aconselho ainda que sigam as recomendações das autoridades de saúde.

Eu quero recordar que a nossa missão de enxugar as lágrimas de Cristo nos que mais sofrem continua. Em momentos como este que vivemos, os mais pobres sofrem ainda mais, pois muitas vezes eles são esquecidos e, a situação que já era difícil, fica ainda pior. Por isso mesmo eu encorajo a todos que permaneçam realizando suas doações para a ACN, só assim será possível continuarmos nossa missão tão exigente. Se você tem o hábito de doar pelo banco ou casa lotérica e quer evitar ambientes com muitas pessoas, recomendamos que faça a sua doação on-line.

Recebam minha bênção, meu agradecimento e a minha alegria de poder contar com todos vocês nesta tarefa de discípulos e discípulas, membros da família ACN.

Frei Rogério Lima

Assistente Eclesiástico ACN Brasil

 

Aqui colocamos também a oração feita pelo Papa Francisco, pedindo o fim da pandemia do novo coronavírus:

Ó Maria, Tu sempre brilhas em nosso caminho como sinal de salvação e esperança.

Nós nos entregamos a Ti, Saúde dos Enfermos, que na Cruz foste associada à dor de Jesus, mantendo firme a Tua fé.

Tu, Salvação do povo romano, sabes do que precisamos e temos a certeza de que garantirás, como em Caná da Galiléia, que a alegria e a celebração possam retornar após este momento de provação.

Ajuda-nos, Mãe do Divino Amor, a nos conformarmos com a vontade do Pai e a fazer o que Jesus nos disser. Ele que tomou sobre si nossos sofrimentos e tomou sobre si nossas dores para nos levar, através da Cruz, à alegria da Ressurreição. Amém.

Sob a Tua proteção, buscamos refúgio, Santa Mãe de Deus.

Não desprezes as nossas súplicas, nós que estamos na provação, e livra-nos de todo perigo, Virgem gloriosa e abençoada.