//Lugar da transfiguração

Lugar da transfiguração

2018-10-18T11:30:13+00:00outubro 17th, 2018|Projetos|

No Monte Tabor, os três discípulos viram a glória de Deus conforme contemplavam a transfiguração de Cristo. Num lugar com o mesmo nome outra grande transfiguração aconteceu. Em Icoaraci, Belém do Pará, fica a casa Monte Tabor; local em que a Comunidade Sementes do Verbo realiza um importante trabalho com as famílias mais carentes da região. A casa também é um lugar de retiros e encontros; inclusive do clero da diocese. Além disso, todos reconhecem a presença de Deus na beleza e tranquilidade do lugar. No entanto, nem sempre foi assim.

Em 2010, quando a comunidade recebeu a casa para estabelecer ali sua missão, encontraram uma situação caótica. O espaço era um antigo convento desativado, o qual havia sido invadido e totalmente saqueado. Além de toda destruição, o lugar estava servindo de ponto de tráfico de drogas e de prostituição.

O Sacrário da transfiguração

Mesmo nessas condições, seis missionários foram morar na casa e tentar restaurá-la. Teria sido impossível a restauração, não fosse um sinal claro da presença de Jesus lá encontrado: o sacrário. Afinal, foi o único a não ter sido roubado da capela. Foi então que tiveram a certeza de que Jesus queria continuar morando naquele lugar.

Foram muitos os desafios. Nas primeiras semanas os religiosos tinham que sair em plena madrugada para dialogar com as pessoas que invadiam o lugar. Muitas vezes eram ameaçados por solicitar que se retirassem do terreno: “Como as janelas e portas também tinham sido levadas, não havia nada que impedisse que entrassem em nossa casa. Mas Deus sempre cuidou de tudo”, lembra irmã Cecília.

Além das estruturas: lugar de encontro com Deus

Graças a benfeitores como você, a Fundação Pontifícia ACN colaborou com a reforma da casa. E para que ela voltasse a ser um lugar de encontro com Deus, o espaço foi reformado e se transfigurou num lugar de beleza e silêncio, em meio a tanta desordem do mundo exterior. A capela, cujo sacrário havia sido o único bem preservado, foi dedicada, em novembro de 2017, como Igreja da Transfiguração.

Os 75 membros, entre religiosos e leigos, que atualmente moram na casa, servem à comunidade ribeirinha com visitas pastorais e assistência às diversas necessidades das famílias. Eles também conduzem um grupo de escoteiros mirins para oferecer às crianças, de maneira lúdica e dinâmica, noções de compromisso, partilha e gratidão a Deus.

Assim é sua doação: a resposta de uma oração que transforma mais do que estruturas, aproxima as pessoas de Deus. Que essa doação possa sempre continuar para que muitos mais tenham a alegria de amar e se descobrirem amados por Deus.

Leave A Comment