Após oito anos de incerteza, hoje uma esperança tornou-se realidade

O Supremo Tribunal do Paquistão confirmou hoje, 29 de janeiro de 2019, a absolvição da católica Asia Bibi; que antes havia sido condenada por blasfêmia. O secretário geral da Fundação Pontifícia ACN, Philipp Ozores, disse:

“A decisão do tribunal hoje é um triunfo dos direitos humanos sobre a intolerância religiosa. Além disso, é uma vitória sobre o ódio dos fanáticos; acima de tudo uma felicidade pessoal e uma grande alegria para Asia Bibi e sua família. Milhões de pessoas rezaram pelo seu destino e fizeram campanhas por sua liberdade, incluindo a ACN.

Após cerca de oito anos de incerteza, hoje uma esperança há muito desejada, tornou-se realidade. Esperança essa, que também inspira outros 187 cristãos paquistaneses em prisões ou que aguardam sua execução; todos acusados ​​de blasfêmia, assim como Asia Bibi. Para terem a liberdade, a ACN continuará orando e trabalhando com outras organizações e parceiros de projeto no Paquistão. É de se esperar que a decisão do tribunal finalmente faça o governo repensar; e que as leis de blasfêmia sejam atenuadas ou, ao menos, melhor aplicadas.