//Vila Werenfried: nova esperança e novas casas para os cristãos deslocados

Vila Werenfried: nova esperança e novas casas para os cristãos deslocados

2018-05-14T14:42:47+00:00outubro 22nd, 2014|Projetos|

Por cima, um guindaste reduz suavemente sua carga para ajustar a posição. A última de uma série de casas provisórias portáteis está sendo colocada num local que, orgulhosamente, recebeu o título de Vila Werenfried.

A equipe da Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) estava lá, em Ankawa, região fora da capital curda, Erbil, vendo o trabalho progredir no novo complexo criado para 200 famílias; cerca de 1.000 pessoas – todas elas desesperadas por uma nova vida longe das privações do deslocamento. Ao todo são 200 abrigos provisórios, para que cada família possa ter sua própria casa, sendo 150 delas financiadas pela AIS como parte de um programa de ajuda de emergência em meio ao agravamento da crise no norte do Iraque.

O tempo é a essência para as famílias, que precisam urgentemente de um teto seguro em vez das tendas de acampamento que foram suas casas desde que foram expulsas de suas antigas comunidades cristãs em Mossul e na planície ao entorno de Nínive. Uma delas é a família Mattis. Nós os conhecemos no Santuário de Santo Elias, em Ankawa, onde habitam junto a uma série de barracas que lotam o local. “Nós só queremos ir para casa”, disse Khalid Matti, pai de oito crianças – dois meninos e seis meninas.

Com as esperanças de um retorno próximo para a cidade cristã de Qaraqosh desaparecendo, de onde fugiram no dia 07 de agosto, a prioridade absoluta para o momento é conseguir uma habitação permanente. Ainda mais com o inverno se aproximando rapidamente: a ameaça de fortes chuvas e as temperaturas caindo transformarão o acampamento em um pântano frio e lamacento. Apontando para o seu menino, Awas, de um ano, Khalid pergunta abertamente se o filho mais jovem conhecerá Qaraqosh, a cidade que sua família se formou por muitas gerações.

Ao menos na Vila Werenfried – nome dado em homenagem ao fundador da ACN, Werenfried van Straaten –, a família de Khalid e outras 199 estarão seguras e aquecidas em suas casas portáteis, e poderão passar o inverno e escapar dos piores efeitos do frio. Abastecidos com eletricidade, água corrente na torneira e instalações sanitárias decentes, as cabines ainda receberão um fogão a gás. Além disso, alimentos ainda serão constantemente distribuídos com a ajuda dos benfeitores da ACN.

A vida na Vila Werenfried pode não ser uma bem-aventurança celestial, mas pelo menos irá oferecer uma moradia para as famílias que não têm nada e estão longe de casa. Antes de se despedir, Khalid Matti disse: “Por favor, rezem por nós. Obrigado por terem vindo até nós e compartilhado seu tempo com a gente”. Além do tempo, a AIS está compartilhando compaixão, apoiando a Vila Werenfried. A Vila dará esperança aos desejos do pequeno Awas, um menino cujo nome significa “Angélico”; ele está sendo ajudado por outros anjos, que são os benfeitores da Ajuda à Igreja que Sofre.

A Vila Werenfried, em conjunto com outras iniciativas no Iraque, é uma das maiores ações de ajuda já anunciada pela Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre que está beneficiando milhares de cristãos iraquianos refugiados com alimentação, moradia, escola e presentes para as crianças.

Leave A Comment