//Uma nova igreja na Etiópia

Uma nova igreja na Etiópia

2015-03-24T19:31:56+00:00março 24th, 2015|Projetos|

Na Etiópia, mais precisamente no Vicariato Apostólico de Jimma-Bonga, grande parte da população ainda segue religiões pagãs tradicionais e muitos habitam a floresta e vivem da caça. No entanto, o número de católicos vem crescendo. Em 2010, eram 22 mil católicos no vicariato; hoje estima-se que cheguem a 30.000. Quando o bispo vem às paróquias para administrar o Sacramento da Confirmação, a fila de candidatos parece esticar a perder de vista.

Mas a fé católica não é novidade na região. Missionários já trabalhavam desde a primeira metade do século 20. No entanto, eles foram expulsos do país sob a ditadura marxista de Mengistu Haile Mariam, cuja brutal perseguição a todas as religiões incluiu a destruição de igrejas, o confisco de mosteiros e conventos pertencentes a comunidades religiosas e a prisão – e até mesmo assassinato – de bispos, sacerdotes e fiéis católicos. Seu reinado de terror, de 1974 até 1991, foi responsável, de acordo com a Anistia Internacional, pela morte de cerca de 2,5 milhões de pessoas.

Desde então, a Igreja conseguiu recuperar algumas de suas propriedades, acolher novamente os fiéis e restabelecer a vida religiosa. Mas por enquanto, na cidade, não há quase nada, apenas uma pequena capela de madeira com telhado de grama que é muito pequena para o tamanho da comunidade. De forma mais clara, a igreja do povo não é mais que uma cabana de palha. Agora padre Zecharias Dejece e sua congregação querem construir uma igreja adequada e estão contando com a nossa ajuda para conseguir fazê-la. Como o Padre Zacarias escreve: “A construção de uma igreja digna terá uma influência positiva sobre a vida espiritual destes cristãos. Deus poderá, então, ser devidamente adorado e glorificado. O Santíssimo Sacramento do altar será adorado e irá encontrar um lugar digno. A capela irá ajudar a promover a unidade entre os cristãos e incentivar um sentido de amor mútuo e de pertença. A Igreja Católica será mais visivelmente reconhecível como a família de Deus. Nesta igreja os fiéis católicos se reunirão com um só coração e um só espírito, a fim de orar, para ouvir a palavra de Deus em conjunto e receber os sacramentos”.

Padre Zecharias também sabe que há um número significativo de pessoas que estão interessadas em ingressar na fé católica, mas que adiam sua vinda pela pobre cabana, pela falta de estrutura. Ele espera que, no futuro, muito mais pessoas abracem a fé católica e que, ao mesmo tempo, aqueles que já foram batizados irão querer desempenhar um papel ativo na vida da paróquia, especialmente os jovens. Ele tem a felicidade de ter muitos desses jovens já participando ativamente na igreja, mas ele espera que ainda mais possam chegar.

A nós é pedido orações e contribuição para a construção da igreja.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!