//Um Refúgio de Amor: Centro para mulheres grávidas e mães solteiras

Um Refúgio de Amor: Centro para mulheres grávidas e mães solteiras

2017-01-18T12:14:10+00:00outubro 5th, 2016|Projetos|

Quando Antoinette disse ao seu namorado que ela estava grávida, ele simplesmente bateu a porta na sua cara. De repente eles já não tinham mais nenhum contato. O tio de Antoinette, em cuja casa ela estava morando, simplesmente a expulsou de lá quando soube da sua gravidez. A garota de 16 anos se encontrava completamente sozinha. Mesmo tendo todos ingredientes para um final trágico, a história acabou bem. Um vizinho lhe informou sobre um centro para mulheres grávidas e mães solteiras, administrado pela Igreja Católica em Dedougou. Ali Antoinette ficou edeu à luz a sua bebê numa atmosfera de apoio e amor.

A história de Antoinette é comum a muitas jovens de Burkina Faso. Socialmente falando, as mulheres em geral estão nas classes mais baixas. Somente 14% delas sabem ler ou escrever, e o número de adolescentes com um ou mais filhos têm crescido. Mais frequentemente os pais dessas crianças negam a reponsabilidade que têm sobre elas. A maioria dessas jovens são de famílias pobres, sem muitas condições, que acabam não dando conta da nova situação. Muitas se encontram como se fossem órfãs. Quando elas engravidam, são expulsas de casa, ou forçadas a abortar. Não é raro encontram bebês abandonados nas calçadas, logo depois de terem nascido. Como não tem outro lugar para ficar, muitas dessas mães são obrigadas a dormir nas ruas. Algumas estão fugindo de um casamento arranjado, outras sofrem as consequencias da prostituição. Aliás, a prostituição é um caminho de desespero para muitas destas mulheres que não encontram outra maneira de se sustentar e, tão pouco, ao bebê. Ocasionalmente, esse é o início de um círculo vicioso em que elas contraem HIV e acabam numa situação pior do que já estavam. Uma nova gravidez também é comum para elas, mesmo em pouco tempo após a gravidez anterior, aumentando ainda mais as dificuldades que já tinham. Infelizmente, algumas acabam cometendo suicídio.

O Centro de Acolhida Nossa Senhora da Visitação para jovens mães em Dedougou é um refúgio a essas meninas e mulheres que acabam nessa situação tão desesperadora. Ali elas recebem apoio, aconselhamento, oportunidade de continuarem os estudos – ou de, enfim, ingressarem na escola pela primeira vez – e ainda têm a oportunidade de aprenderem alguma profissão, como a de cabelereira, por exemplo. Para muitas delas é a primeira vez que são tratadas com amor. Ali elas se sentem seguras, percebem o seu valor, cuidam de seus filhos em paz e começam a pensar num futuro melhor.

A Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) apoia o Centro e agradece aos benfeitores que tornaram esse apoio possível.

Leave A Comment