//Um carro para a paróquia de Gojra, Paquistão

Um carro para a paróquia de Gojra, Paquistão

2014-01-27T12:21:01+00:00janeiro 27th, 2014|Projetos|

A cidade de Gojra, na Diocese de Faisalabad, Paquistão, alcançou há quatro anos uma triste notoriedade. Tudo começou da forma mais inocente. Em 30 de Junho houve um casamento numa aldeia perto de Gojra. Ao som de tambores, deram as boas-vindas ao noivo que chegava a casa da noiva. Crianças cristãs tinham rasgado, em pedacinhos, jornais e alguns livros velhos para fazer confeti para a festa que prometia ser alegre.

Mas não foi isto o que aconteceu, porque entre o papel velho também havia páginas com versos do Corão, o que foi visto por alguns muçulmanos. Logo depois foi anunciado pelos altofalantes da mesquita que o Corão havia sido profanado, o que fez com que uma multidão alterada incendiasse 80 casas cristãs e duas pequenas igrejas protestantes.

No dia seguinte, a fagulha chegou a Gojra, onde nada havia acontecido. Três mil fanáticos muçulmanos assaltaram, com paus e armas de fogo, o bairro cristão, 105 casas foram incendiadas e uma família de oito pessoas morreu, encurralada, na sua casa em chamas. Segundo o então Bispo, Joseph Coutts (agora Arcebispo de Karachi), quem incentivou estes ataques foi um grupo islamita militante que deseja “limpar” o Paquistão dos Cristãos. “Pelo menos o Governo reconstruiu as casas incendiadas” refere, acrescentando depois outro aspecto positivo: “Um ano mais tarde, dois mullahs (clérigos islâmicos) pediram perdão”. Um deles, inclusive, escreveu um poema acerca disso.

Atualmente a situação está calma e não houve novos registros de ataques graças, entre outras medidas, à forte presença policial. A casa paroquial, a igreja e o convento estão permanentemente vigiadas pela polícia.

Os Católicos da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus vivem a sua fé com ardor. No início de Setembro passado, celebraram uma grande festapara dar as boas vindas a uma réplica da imagem do Menino Jesus de Praga. Nela participaram mais de 3.000 crianças e jovens, numerosos adultos e oito sacerdotes. Para começar, a imagem foi levada em procissão para a igreja. Crianças representaram cenas da infância de Jesus, dançaram e entoaram cânticos. Em Gojra, houve catequese com o tema do Ano da Fé e os crentes deram testemunho das experiências miraculosas que tiveram graças ao Menino Jesus. Nos últimos tempos, a adoração ao Menino Jesus de Praga se estendeu pelo Paquistão e Gojra é o segundo lugar deste país onde foi consagrada uma réplica desta imagem mundialmente conhecida.

A paróquia Sagrado Coração de Jesus abarca um território gigantesco e, por isso, os sacerdotes têm muito trabalho no deslocamento. O Pe. Younis Inayat é o responsável por uma extensa zona da paróquia e, simultaneamente, diretor de uma escola católica. Até agora dispõe apenas de uma motocicleta para se locomover, percorrendo mais de 60 km para visitar aldeias que estão sob sua responsabilidade pastoral. Além disso, é perigoso andar à noite pelos caminhos, porque há bastantes assaltos.

Gojra precisa continuar dando testemunho de sua fé. A Ajuda à Igreja que Sofre financiará a compra de um carro, para que os sacerdotes possam visitar frequentemente os fiéis das localidades mais distantes.

Leave A Comment