//Somente há 45 anos que a Igreja Católica chegou aqui

Somente há 45 anos que a Igreja Católica chegou aqui

2017-08-15T19:46:51+00:00agosto 14th, 2017|Projetos|

Fazem apenas 45 anos que a Igreja Católica chegou em Borana, no extremo sul da Etiópia, fronteira com o Quênia. Os padres missionários do Espírito Santo (espiritanos), que trabalham nesta área, estabeleceram três paróquias e várias escolas.

A maior parte dos habitantes de Borana são nômades, mas muitos deles preferiram se fixaram em um único lugar, em vista das fontes de água e dos poços já que missionários fizeram para os habitantes. Esta é uma região muito árida, a água é simplesmente uma questão de vida ou morte. Como resultado, as pessoas de Borana ocasionalmente entram em conflito com membros de outras tribos, quando o abastecimento de água diminui e o pasto torna-se escasso, ou quando uma tribo conduz seus rebanhos para o território de outro. No entanto, desde quando a Igreja Católica esteve presente na região, os conflitos diminuíram. No passado, havia uma lei não escrita, pela qual os homens tinham que mostrar coragem lutando. Se o oponente derrubasse a sua arma, então ele também deveria estar pronto para lutar. Agora, as coisas mudaram até um certo ponto, já que os membros das tribos que abraçaram o cristianismo estão propensos à paz.

O impacto da Igreja em Borana

A presença da Igreja também mudou para melhor a vida das mulheres de muitas maneiras. Na tradição do povo Borana, uma menina nunca “se casa”, mas “é casada”. Ela nunca sequer dá seu consentimento para o casamento, e no passado geralmente não havia senso da dignidade da mulher. Se acontecesse de uma menina engravidar antes do casamento, ela seria vendida para uma tribo inimiga. A Igreja Católica está ensinando uma compreensão diferente de matrimônio, ensinando que o homem e a mulher têm igual dignidade à vista de Deus. E há também um crescente interesse pela educação entre as pessoas. A Igreja está encorajando os pais a compreenderem que a educação escolar é tão importante para as meninas quanto para os meninos. Os Padres do Espírito Santo, portanto, abriram várias escolas nesta região. Inicialmente, as pessoas ficaram desconfiadas, mas gradualmente elas entenderam que a educação pode ajudá-las a melhorar suas vidas e a entender melhor seus próprios direitos e dignidade. Ainda mais importante, elas podem aprofundar a compreensão de sua fé – recém-descoberta – lendo a Bíblia e outros escritos religiosos.

Existe um grande interesse pelo cristianismo entre as pessoas, e especialmente entre as crianças e os jovens. Os Padres do Espírito Santo querem intensificar seu trabalho, especialmente com os jovens. Os encontros com jovens de outras tribos são um exemplo desta nova empreitada. Nesta região remota e subdesenvolvida, geralmente é muito raro que os jovens possam se encontrar e conversar com jovens de outros grupos tribais. Para um país tão multi-étnico como a Etiópia, onde mais de 80 grupos étnicos habitam próximos uns dos outros, falam línguas diferentes e, em muitos casos, pertencem a diferentes grupos religiosos, esta é uma experiência crucialmente importante.

É importante para os adultos também serem cuidadosamente acompanhados em seu caminho de fé. Muitos dos que são batizados já são casados de acordo com os costumes tribais tradicionais. Quando eles abraçam o cristianismo, eles também são ajudados a se preparar para um casamento cristão na Igreja, para que possam viver suas vidas num espírito verdadeiramente cristão. Já foi claramente demonstrado que o número de fiéis católicos que frequentam a Santa Missa e recebem a Comunhão aumenta consideravelmente como resultado desses programas de preparação ao matrimônio. Os Padres também tentam, sempre que possível, visitar e acompanhar os doentes e portadores de deficiência, que não podem ir até à igreja para dar-lhes a oportunidade de receber a Sagrada Comunhão e, quando apropriado, o sacramento dos doentes.

O projeto

Os Padres do Espírito Santo também estão tentando melhorar o treinamento dos catequistas leigos que visitam as pessoas em suas aldeias e ajudam a ensinar a fé. É sem dúvida importante para eles ter uma sólida compreensão das Sagradas Escrituras e do ensino da Igreja para que eles, depois, possam guiar outros para o cristianismo e ajudá-los a aprofundar a vida espiritual.

Prometemos ajudar aos padres espiritanos para que possam aprofundar e intensificar o seu alcance pastoral nesta área da evangelização tão necessária.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!