//Seminaristas: esperança da Igreja nas Ilhas Salomão

Seminaristas: esperança da Igreja nas Ilhas Salomão

2017-11-01T14:28:54+00:00novembro 1st, 2017|Projetos|

As Ilhas Salomão é um grupo de ilhas situado no Pacífico Sul, cerca de 750 km a leste de Papua Nova Guiné e 2000 km a nordeste da Austrália. Seus habitantes eram ferozes caçadores, mas hoje quase todos são cristãos. A maioria pertence a comunidades protestantes, enquanto cerca de 20% são católicos.

A Diocese Católica de Gizo, com sede na ilha de mesmo nome, abrange também a mais de 40 outras ilhas dentro de um raio de cerca de 300 km. Uma das principais preocupações para seu bispo, Luciano Capelli, é a formação de sacerdotes, pois ele tem apenas 14 padres atendendo pastoralmente cerca de 11 mil fiéis católicos, localizados espaçadamente sobre muitas ilhas diferentes. Apenas dois destes 14 sacerdotes são da própria diocese, sendo o restante “emprestados”, como o bispo coloca.

Há, porém, motivo de esperança. Esse ano dois de seus seminaristas foram ordenados para o diaconato, e há uma turma de 12 jovens em formação para o sacerdócio. Além disso, há vários outros jovens que estão considerando seriamente entrar no seminário. Esta notícia encorajadora é fruto do apostolado vocacional que o próprio bispo Capelli promoveu. A ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre – apoia a formação desses futuros sacerdotes, graças à colaboração de seus benfeitores.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!