//Moçambique: Após ciclone tropical, capelas são reconstruídas

Moçambique: Após ciclone tropical, capelas são reconstruídas

2018-08-22T13:11:19+00:00julho 30th, 2018|Projetos|

Em janeiro de 2017, a região costeira do norte de Moçambique foi atingida por um grande ciclone durante cinco dias. Localizado no sudeste da África, é considerado um dos países mais pobres do mundo; ademais, a tempestade tropical trouxe forte chuva que devastou grande parte da zona rural de duas das províncias costeiras. Desse modo, milhares de casas foram destruídas e inúmeras pessoas ficaram desabrigadas.

Muitas das propriedades da Igreja Católica também ficaram seriamente danificadas; especialmente na paróquia de missão de Netia-Natete na diocese de Nacala. Essa paróquia cobre uma área grande e predominantemente rural que, além disso, é muito pobre. Ela tem mais de 120 postos de fronteira, com suas próprias capelas bem pequenas e modestas, onde os fiéis se reúnem para catequese e oração. Mais da metade dessas capelas – em torno de 66 – foram destruídas pelo ciclone.

Esperança aos desconsolados

Construção de capelas destruídas por ciclones em Janeiro de 2018, norte de Moçambique.

Reconstrução de capelas destruídas por ciclones em Janeiro de 2018, norte de Moçambique.

Então, o Padre Antonio se dirigiu à Fundação Pontifícia ACN para pedir ajuda, pois os fiéis católicos desses vilarejos estão desconsolados por terem perdido seus locais de adoração e de escuta da Palavra. Agora eles estão esperando reconstruir pequenas capelas para que possam se reunir e rezar, principalmente nos vilarejos mais remotos e de difícil acesso da região. Eles planejam reconstruir ao menos duas capelas. Os fiéis católicos da região sobrevivem de forma muito precária; ainda assim, deram sua modesta contribuição para a obra e prometeram pagar os carpinteiros que farão o telhado.

No entanto, a paróquia ainda precisa da ajuda da ACN para pagar os caros materiais de construção.

Leave A Comment