//Missão de misericórdia: AIS anuncia 12 pacotes de ajuda emergencial ao Iraque

Missão de misericórdia: AIS anuncia 12 pacotes de ajuda emergencial ao Iraque

2014-10-17T14:04:04+00:00outubro 16th, 2014|Projetos|

Uma das maiores ações de ajuda já anunciadas pela Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) beneficiarão milhares de cristãos iraquianos, que tiveram de deixar suas casas e cidades, com alimentação, moradia, escola e presentes para as crianças em um programa de ajuda emergencial que se dará antes do início do inverno.

A ajuda também inclui suporte pastoral para os sacerdotes e irmãs desalojados pela crise que varreu o país. Entre os projetos, alguns recebidos pela AIS na última terça-feira, 14 outubro, vêm em meio a recentes relatos de que a crise no Iraque atinge cerca de 120.000 cristãos e está prestes a uma drástica piora.

Há uma aflição enorme em retirar milhares de famílias das barracas antes do inverno chegar e, segundo a meteorologia, é esperado uma significativa mudança no tempo já nas próximas semanas. Outras famílias têm poucos dias para deixar edifícios públicos, como escolas, que foram transformados em centros de desalojados onde dormem até 20 pessoas por quarto. As comunidades cristãs são inteiramente dependentes de ajuda externa e foram apoiadas pela Igreja desde que chegaram no norte curdo do Iraque. Muitos deles encontraram refúgio em Ankawa, Erbil, e, mais ao norte, na região de Dohuk, perto da fronteira com a Turquia.

Em meio a preocupações crescentes, como o inverno que se aproxima, o pacote de projetos de emergência da AIS inclui:

Oito escolas – quatro em Ankawa e Erbil e o restante em Dohuk – feitas de estrutura de PVC pré-fabricados que receberá cerca de 15 mil crianças;
Alimentação para pessoas refugiadas totalmente dependentes da ajuda externa;
Aluguel de alojamento em Ankawa e Dohuk para refugiados;
150 abrigos de PVC em Ankawa para utilização como alojamento;
Presentes de Natal para 15 mil crianças, incluindo agasalhos (casacos e meias), lápis, livros para colorir, artigos devocionais e Bíblias da Criança;
Apoio para 100 sacerdotes – tanto caldeus e sírio-católicos – do Iraque, a maioria deles deslocados pela violência;
Ajuda para 28 seminaristas do Seminário de São Pedro, Ankawa

Subsídios adicionais incluem ajuda de emergência para as Irmãs do Sagrado Coração, deslocadas de Mosul; apoio à Faculdade Babel de Filosofia e Teologia, em Ankawa; e ajuda para catequese em 20 paróquias em toda a Bagdá. Os projetos foram elaborados durante uma viagem da AIS ao país, há uma semana.

Padre Andrzej Halemba, responsável pelos projetos da AIS para o Oriente Médio, disse: “Esta comunidade antiga, que remonta aos tempos bíblicos, está à beira de desaparecer para sempre. Eles sofreram muito e esta é uma oportunidade única na vida para ajudá-los e dar-lhes o que eles precisam para passar o inverno”.

O Arcebispo Caldeu de Erbil, Dom Bashar Warda, agradeceu à Ajuda à Igreja que Sofre por ter agido tão rapidamente para ajudar as pessoas, especialmente com a aproximação do inverno. O Arcebispo Caldeu de Mosul, Dom Amel Nona, que estava entre os 500 mil que fugiram da cidade em junho, quando foi ocupada pelo grupo Estado Islâmico, é presidente do Comitê de Emergência dos Bispos formados para coordenar os esforços de ajuda. Ele disse: “Eu estou pessoalmente muito grato a AIS – vocês estão nos dando nova esperança”.

O arcebispo pediu à AIS e a todas as pessoas de boa vontade para orarem pelo Iraque: “Por favor, orem pela segurança de nosso povo, que nenhum deles seja morto por terroristas; devemos também orar por aqueles que nos têm perseguido e devemos ainda orar por um fim ao mal que agora é tão grande no mundo”.

Leave A Comment