//Irmãs Carmelitas confiam vida modesta e contemplativa à Divina Providência

Irmãs Carmelitas confiam vida modesta e contemplativa à Divina Providência

2018-07-27T17:14:17+00:00julho 27th, 2018|Projetos|

Há 27 Irmãs no Convento de São José, em Breznica Djakovacka. Dedicadas à vida de oração e silêncio no espírito de Santa Teresa D’Ávila, possuem idades que variam entre 26 a 80 anos; sua vocação é a oração – oração pelas necessidades e salvação do mundo inteiro. Além disso, o convento é um precioso oásis de paz e silêncio; atende àqueles que procuram conselho, consolo e a ajuda das preces das Irmãs Carmelitas de vida modesta e contemplativa.

Houve mais razões para alegria neste ano, pois no dia 15 de abril de 2018, a jovem Irmã Marija Ana da Divina Providência fez sua profissão solene. “Ao fazer minha profissão, eu decido perseverar até a morte no seguimento de Jesus Cristo, o Noivo, nesta família teresiana no Carmelo da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo” –prometeu ao fazer seus votos permanentes. A Celebração Eucarística foi conduzida pelo Arcebispo Djuro Hranic, da diocese de Djakovo-Osijek; junto a outros onze padres concelebrantes, a bela cerimônia foi acompanhada do coral de seminaristas do seminário diocesano. Quando a jovem Irmã saiu da clausura para cumprimentar seus familiares, muitos estavam comovidos.

Apostolado prossegue graças à Divina Providência

Em sua homilia, o Arcebispo lembrou aos presentes que é o próprio Jesus que toma a iniciativa em cada vocação; pois o religioso está simplesmente respondendo ao Seu chamado. As Irmãs do Carmelo deixaram tudo para seguir a Jesus; suas mãos estão vazias e elas confiaram inteiramente à Providência Divina. Ademais, é pela generosidade dos benfeitores da ACN que, há quase 30 anos, a Divina Providência tem operado. Apesar da Croácia ter se juntado à União Europeia em julho de 2013, as Irmãs não se beneficiaram de nenhuma forma. Apesar de sua vida modesta, elas têm dificuldades para arcar com seus custos básicos. E por serem irmãs contemplativas, vivem em clausura com meios limitados de sustento; principalmente quando são necessários medicamentos e tratamento médico.

Assim, a Fundação Pontifícia ACN está propondo ajudá-las mais uma vez neste ano, contando sempre com a caridade de seus benfeitores.

Leave A Comment