//Indo mais além

Indo mais além

2018-01-04T19:32:48+00:00janeiro 4th, 2018|Projetos|

História de sucesso: dois barcos para o trabalho pastoral na região amazônica.

A Prelazia de Tefé, estado do Amazonas, cobre uma área de mais de 265 mil quilômetros quadrados – área maior que todo o estado de São Paulo. Muitos lugares da prelazia são acessíveis apenas por rio. As distâncias são imensas.

A grande escala da prelazia representa um grande desafio para a Igreja Católica, uma vez que as 14 paróquias e as 520 sub-paróquias estão espalhadas por toda essa vasta área, ao longo, principalmente das margens dos rios. Até pouco tempo, os sacerdotes e os missionários leigos levavam em média entre dois a três dias só para viajar de uma comunidade ribeirinha para outra. Isso acontecia em parte porque os barcos que estavam usando tinham pelo menos 20 anos de idade e eram feitos de madeira. Estava cada vez mais caro a manutenção dos veículos e o consumo excessivo de combustível. Além disso, devido ao aperto das leis ambientais, tornou-se cada vez mais difícil e caro obter a madeira necessária para reparar os barcos quando foram danificados. E, claro, as longas e árduas jornadas, às vezes de várias centenas de quilômetros, causaram um grande impacto nos missionários. A jornada para a paróquia mais distante levava até 120 horas, ou cinco dias. Os fiéis católicos nas aldeias também tinham que esperar por longos períodos entre uma visita a outra. Ao passo que quanto menos os fiéis pudessem participar ativamente da vida da Igreja e receber o acompanhamento pastoral necessário, mais estavam suscetíveis ao proselitismo de seitas, em geral bem financiadas e em expansão na área.

No entanto, graças à generosidade de nossos benfeitores, a ACN conseguiu ajudar a Prelazia de Tefé na compra de dois novos barcos de casco de alumínio. O tempo de viagem de uma comunidade para outra foi reduzido pela metade, de modo que os missionários agora conseguem visitar as comunidades com mais frequência. Os gastos com combustível foram também reduzidos consideravelmente. Cada barco tem 12 m de comprimento por 3 m de largura, uma verdadeira “estação de missão flutuante” com uma cozinha e um banheiro. Possui acomodações para até 10 pessoas dormirem e capacidade para até 35 pessoas, para que Santa Missa e outras cerimônias possam ser realizadas a bordo. Ambos os barcos possuem o logotipo da prelazia, além de um nome religioso individual, para que possam ser facilmente reconhecidos como barcos de missão. Na verdade, um deles até recebeu o nome de Pe. Werenfried van Straaten, o fundador da ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que sofre. E é claro que os católicos da região estão encantados com o fato da Igreja poder agora chegar até eles com mais frequência. Eles expressam seus sinceros agradecimentos a todos os nossos generosos benfeitores! Com sua ajuda, estamos planejando financiar mais dois barcos missionários similares no futuro próximo!

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!