//Índia: Reforma da paróquia de Sojong

Índia: Reforma da paróquia de Sojong

2018-04-13T16:45:12+00:00 agosto 14th, 2009|Projetos|

Os “Karbi”, alguns dos primeiros habitantes do subcontinente indiano, têm uma cultura que é rica em histórias e canções folclóricas. Mas eles vivem no nordeste da Índia, em uma das regiões mais pobres e a mais subdesenvolvida do país, onde coexistem com outras minorias étnicas.

Só a Igreja católica trouxe uma real ajuda a eles, com suas escolas, hospitais e cuidados sociais, tudo feito pelos padres católicos e irmãs religiosas.

A paróquia de Sojong tem 11,000 católicos, muitos deles, membros da tribo dos “Karbi”. Outros são os membros do “Garo”, um grupo étnico que acredita-se ter vindo do Tibet a muito tempo. Alega-se que os “Garo” eram caçadores, porém, hoje muitas deles têm se convertido ao cristianismo e são zelosos e entusiasmados membros da comunidade católica aqui.. A paróquia de Sojong tem duas sub-paróquias: Satgaon, que fica aproximadamente a 5 km da paróquia central, enquanto Jenghka fica a mais de 17 km de distancia. Mas as crianças que vivem e estudam no internato Católico em Sojong vieram de lugares muito mais distantes. Na realidade, suas aldeias são tão remotas e inacessíveis que não poderiam freqüentar nenhuma escola, se não fosse a possibilidade de viver em Sojong. As irmãs Carmelitas dirigem a casa e a escola. Enquanto isso, os anciãos e doentes são cuidados pelas irmãs Missionárias da Caridade, que como sua fundadora, Madre Teresa de Calcutá, que foi renomada como “Anjo dos Pobres”, usam um característico véu branco com a borda azul. A devoção abnegada destas irmãs é uma grande bênção para as pessoas locais.

O que eles precisam no momento é um lugar próprio onde possam se juntar para oração e a celebração da Santa Missa. A igreja é o lugar onde eles encontram Deus, que lhes permite sentir que eles não são meramente pobres e esquecidos, mas verdadeiramente “seus filhos”. Eles são negligenciados pelos políticos, explorados pelo poderoso, esquecidos pelo resto do mundo, mas Deus ainda está no meio deles.

A paróquia de Sojong foi reformada a 25 anos, e agora o tempo e o clima local começaram a atacá-la. Água está vazando pelo telhado e as paredes têm grandes rachaduras. Há perigo de parte do edifício desmoronar se houver chuvas e ventos mais forte. Assim há uma urgente necessidade de consertar e renová-la. Padre Tomey Anikuzhikattil, o pároco, escreve-nos: “Eu pedi uma contribuição financeira às pessoas e elas deram o pouco que podiam. Nossa paróquia fica em uma área rural e as pessoas são apenas pequenos agricultores. Eles não podem dar muito. Assim eu estou pedindo humildemente um apoio financeiro”.

Leave A Comment