//Índia: O amor agora “vai de carro”

Índia: O amor agora “vai de carro”

2015-06-23T16:13:38+00:00 junho 26th, 2015|Projetos|

O bem não pode parar por causa de limitações básicas como por exemplo a distância.

Por mais de 50 anos, as Irmãs Missionárias de Maria Auxílio dos Cristãos, têm trabalhado no Nordeste da Índia, que é a região mais pobre do país. Muitas minorias étnicas vivem ali. Esta congregação, que é totalmente indiana, foi fundada em 1942 no estado de Assam e realiza um amplo apostolado. As irmãs trabalham sobretudo com mulheres e moças que frequentemente são vítimas de violência e até de tráfico humano. Elas também ensinam crianças em escolas das vilas e mantém abrigos para que as crianças e jovens das vilas mais remotas possam viver para ter a oportunidade de frequentar a escola. Além disso, elas operam também “clínicas móveis” que vão até as vilas para tratar dos doentes lá mesmo. Elas cuidam de idosos, órfãos, crianças de rua e de pessoas com necessidades especiais, ajudam os doentes e ao mesmo tempo, ensinam a fé católica para todos.

A segunda missão mais antiga da congregação está situada em Golaghath, na diocese de Dibrugarth. Neste lugar, as irmãs já trabalham há mais de 50 anos. Esta missão possui 33 postos na região, servindo um total de cerca de 8 mil pessoas. Há nove freiras trabalhando ali. Com exceção da irmã mais idosa, que tem 87 anos, todas as outras, até recentemente, tinham de viajar a pé até as aldeias mais distantes para fazer seu apostolado. Porém, a caminhada tomava muito tempo e energia das irmãs. Além disso, várias irmãs sofrem de vários problemas de saúde, fazendo com que as caminhadas fossem muito penosas. Também as estradas são perigosas para estas religiosas. Foi por essa razão que a congregação pediu ajuda à AIS. E graças à generosidade de vocês, a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) teve os meios para ajudar as irmãs com a compra de um carro.

A irmã Mary Sebastian nos escreveu para agradecer: “As irmãs ficaram cheias de alegria quando transmiti a elas a boa notícia que vocês nos deram. Muito obrigado! Nem sabemos como exprimir nossa alegria a vocês todos. Nem preciso dizer que havíamos prometido rezar pelos benfeitores e que estamos mantendo a promessa. Todos os sábados temos adoração do Santíssimo Sacramento. Nela, oferecemos nossas orações para cada um de vocês”.

Leave A Comment