//Gerar pérolas a partir dos sofrimentos da vida

Gerar pérolas a partir dos sofrimentos da vida

2016-01-04T14:23:00+00:00 Janeiro 4th, 2016|Projetos|

Assim como a pérola tem sua origem em meio ao sofrimento, do mesmo modo, Sant’Ana gerou a Mãe de Deus, depois da humilhação de uma prolongada esterilidade.

A Arquidiocese de Feira de Santana está situada no interior do estado da Bahia. Ela abrange 19 municípios, possui 39 paróquias e está em expansão: só nos últimos 10 anos foram construídas 184 igrejas e capelas. Apesar de sua sede estar em uma cidade de porte considerável – pois Feira de Santana é a segunda maior cidade do estado e a maior do interior nordestino em termos de população – boa parte da região é marcada pela pobreza rural generalizada e também propensa à seca. Nesse contexto, muitas pessoas estão deixando a zona rural e se mudando para as grandes cidades na esperança de uma vida melhor. Mas muitas vezes eles são desapontados e acabam se tornando uma presa fácil para as seitas. Por isso, é de vital importância para a Igreja Católica ter sacerdotes bem preparados para que possa dar suporte pastoral para o seu povo.

O Arcebispo Itamar Vian, que desde 1995 cuida desse rebanho, preocupado com as vocações sacerdotais, está fazendo um grande trabalho em sua arquidiocese para incentivar os jovens a pensar em seguir o chamado de Deus. Ao mesmo tempo, ele está fazendo tudo o que é possível para garantir a melhor formação para os jovens que já estão estudando para o sacerdócio em seu seminário diocesano. Ele, portanto, atribui grande importância à formação contínua da equipe docente do seminário, em cujas mãos a formação desses futuros sacerdotes se encontra.

Infelizmente, dado o aumento geral dos preços, o custo da formação dos seminaristas está também aumentando constantemente. A Ajuda à Igreja que Sofre tem, de fato, apoiado este seminário já há muitos anos, e este ano eles novamente vão precisar de nossa ajuda para os 24 jovens que estão estudando para o sacerdócio. Então, mais uma vez o arcebispo está batendo em nossa porta e nos corações dos nossos benfeitores. Ele agradece a todos pela ajuda dada no passado e escreve: “Nós esperamos sempre poder contar com sua amizade, apoio e solidariedade”. Nós não temos nenhuma intenção de decepcionar sua confiança e, por isso, decidimos ajudá-lo mais uma vez este ano contribuindo com a formação dos seminaristas.

“Somos todos irmãos” é o lema de Dom Itamar e é nessa direção que ele conduz o rebanho, um povo bom, acolhedor e generoso, sob a proteção de Sant’Ana, a quem eles se referem como “concha” que gerou a “pérola” Maria, mãe de Jesus. Para o povo da Arquidiocese, todos nós devemos, com o exemplo de Sant’Ana, ornar nossa coroa de glória com pérolas formadas pelos sofrimentos da vida, e para o povo do sertão o sofrimento não é pouco.

Leave A Comment