//Formação de religiosas garante amparo às minorias sociais da Índia

Formação de religiosas garante amparo às minorias sociais da Índia

2018-11-23T11:39:35+00:00novembro 23rd, 2018|Projetos|

No nordeste da Índia, a Igreja Católica ainda é relativamente jovem. Em 2016 celebrou 120 anos de ministério. No entanto, missionários católicos só puderam entrar em partes desta região, na segunda metade do século XX.  Isolada e subdesenvolvida, a região é marcada pela instabilidade política e por conflitos; além de vários outros problemas, como a profunda pobreza. Mas a Igreja aqui tem muita vida. Atualmente, há aproximadamente 2 milhões de católicos na região, enquanto que o número de vocações para padre e vida religiosa tem crescido.

Aprofundando a fé nos corações e na alma dos indianos

As Irmãs da Cruz de Chavanod trabalham no nordeste da Índia há 37 anos. Recentemente, fundaram uma nova província regional para a congregação na cidade de Guwahati, no estado de Assam. A congregação tem 18 conventos na região, com 96 Irmãs professas. Elas cuidam especialmente de crianças física e mentalmente deficientes, além dos doentes de um modo geral.

Além disso, as Irmãs ajudam meninas de famílias pobres que não podem continuar sua educação escolar, ensinando-as habilidades práticas como: costura, bordado, cerzidura e objetos de decoração, para que elas possam se sustentar. Elas também ajudam mulheres e famílias, as aconselhando e encorajando, buscando levar o amor de Deus para suas vidas. Exatamente porque a Igreja na região ainda é relativamente jovem, ainda há muito a ser feito para ajudar a aprofundar a fé nos corações e nas almas das pessoas.

No momento, há 28 Irmãs religiosas ainda em formação. Assim como a maioria dos católicos desta região, elas também vêm de famílias pobres e de minorias étnicas. A congregação precisa de ajuda financeira para poder prover às Irmãs uma formação vocacional e espiritual sólida. Algumas delas poderão, inclusive, chegar às universidades para melhor enfrentar esses desafios e a Fundação Pontifícia ACN prometeu ajudar.

Leave A Comment