//Apoio no treinamento de nove noviças das Servas da Igreja

Apoio no treinamento de nove noviças das Servas da Igreja

2009-08-21T15:37:32+00:00agosto 12th, 2009|Projetos|

A comunidade das irmãs religiosas, Handmaids of the Church (Servas da Igreja), foi fundada em 1988 na cidade etíope de Awasa. O Bispo diocesano Armido Gasparini que estava naquele momento, quis fazer algo que envolvesse as jovens etíopes de uma forma mais direta no levantamento da Igreja Católica e nocrescimento espiritual dos fiéis.

A principal vontade dele era ajudar as mulheres jovens e meninas que na sua cultura tradicional não tinham qualquer chance de uma educação.

Tudo começou com quatro jovens que se uniram para promover a sua formação e que, quatro anos depois, pôde fazer sua primeira profissão solene. Hoje esta comunidade jovem já tem 15 irmãs professas, oito noviças, quatro postulantes e sete aspirantes. Nove das irmãs estão tendo uma formação profissional como professoras, enfermeira ou catequistas. As outras já estão trabalhando em escolas, centros de cuidados médicos e paróquias. As que estão nas paróquias estão dando instruções religiosas a crianças e preparando os catecúmenos para batismo, crianças para a Primeira comunhão e jovens para o matrimônio. Ao mesmo tempo elas estão trabalhando para melhorar o senso da dignidade de mulheres e das famílias.

Por um lado, as mulheres em muitas sociedades africanas tradicionais, como aqui na Etiópia, são consideradas como “fonte de vida”, (algo que raramente é o caso no mundo Ocidental) por outro lado não são dadas as mesmas oportunidades educacionais como para os homens, e muitos africanos ainda não entendem por que as mulheres precisam aprender ler, escrever ou serem formadas para uma profissão. Assim somos apoiados por outro bispo Católico, Bispo Rodrigo Mejía Saldarriaga da diocese de Soddo Hosana que também considera a educação de mulheres como um assunto vital para a Igreja na Etiópia. Ele dá boas-vindas à participação das mulheres no trabalho pastoral da Igreja, pois elas possuem uma forma de aproximação às pessoas que são mais gentis e mais amigáveis.

As irmãs da comunidade Servas da Igreja ajudam outras mulheres espiritualmente como nos aspectos práticos da vida, por exemplo, em formas de ganhar a vida e sustentar suas famílias. Elas também estão envolvidas no atendimento médico. Em um país igual a Etiópia, que está entre os mais pobre do mundo e onde a população é desnutrida, esse serviço é de um valor especial. O modelo deles para tudo o que fazem é Nossa Senhora, a “Serva do Deus.”

Leave A Comment