//Etiópia: Catequistas chegam até as crianças

Etiópia: Catequistas chegam até as crianças

2017-06-22T18:28:11+00:00junho 22nd, 2017|Projetos|

O vicariato apostólico de Gambella encontra-se no extremo oeste da Etiópia, na fronteira com o Sudão do Sul. É uma região remota e subdesenvolvida, onde existe uma pobreza generalizada. Muitas das crianças estão visivelmente desnutridas, e existem conflitos intertribais recorrentes e intermitentes, sobretudo entre as tribos agrícolas já com residências fixas e as pastorais ainda nômades. O gado se alimenta dos cultivos dos fazendeiros, e eles estão tirando as pastagens tradicionais das tribos pastorais. Nesse conflito sobre recursos escassos, há confrontos frequentes e violentos.

Além disso, nos últimos tempos também tem havido confrontos entre a população local e refugiados das tribos Nuer, do Sudão do Sul. Atualmente, de fato, de acordo com o ACNUR, há mais de 330 mil refugiados do Sudão do Sul na região – quase tantos habitantes quanto a população nativa existente no estado de Gambella. No início de 2016, em particular, houve agitações violentas naquela área, com numerosas mortes. A Igreja Católica está trabalhando vigorosamente para obter a paz e a reconciliação. Ela é a única força existente nessa região – que é um barril de pólvora em potencial. Só ela é capaz de combater a violência, o ódio e a raiva crescente.

Há muitas pessoas nessa região que ainda não ouviram a Boa Nova de Jesus Cristo. Muitos deles, porém, estão abertos à fé, bem dispostos à atividade da Igreja e ansiosos para receber o batismo. Mas a região é remota e as aldeias muito espalhadas. Existem poucos sacerdotes e, portanto, os catequistas desempenham um papel vital, tanto na preparação de pessoas para o batismo, quanto na promoção do processo de paz e reconciliação.

Nos domingos, esses catequistas muitas vezes têm que viajar muitas horas a pé para chegar às aldeias onde não há sacerdote que possa celebrar a Santa Missa, para orar com eles e instruí-los na Fé Católica. A ACN prometeu ajuda para equipar cerca de 30 desses catequistas com uma bicicleta cada, de modo a economizar seu tempo e energia e permitir-lhes melhor realizar o seu serviço vital e precioso. Dessa forma, eles podem chegar a mais aldeias e dedicar-se ainda mais intensamente ao trabalho de evangelização.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!