//Estudo teológico para famílias africanas

Estudo teológico para famílias africanas

2018-01-17T14:46:38+00:00janeiro 17th, 2018|Projetos|

“Dar às pessoas a capacidade de comunicar valores para o fortalecimento da família na sociedade de hoje através da educação” é a principal missão do Instituto Pontifício João Paulo II. O instituto, com sede em Roma, está presente em todos os continentes. O sede de Benim está comemorando seu 20º aniversário. Representantes da Fundação Pontifícia ACN visitaram o instituto no país, onde oferece mais de 120 bolsas como parte do seu apoio ao estudo teológico no continente africano.

A família Kanga dos Camarões é um bom exemplo de como o instituto com nome do Papa Wojtyla funciona. Graças a uma dessas bolsas, o casal conseguiu fazer a viagem de seu país para Cotonou, Benim, com quatro de seus cinco filhos. Atualmente, eles estão completando um programa de mestrado para leigos. Depois de três anos, eles retornarão aos Camarões para apoiar e acompanhar outras famílias, oferecendo uma orientação capaz de ajudar a lidar com os problemas da sociedade de hoje. Já o casal da família Seke, após ter terminado um curso no Instituto João Paulo II, fundou o centro “O Poder do Amor”, que oferece orientação e acompanhamento aos novos casais que se preparam para o casamento.

Casal Instituto João Paulo II
Casal Kanga, de Bertoua – Camarões, foram com 4 dos seus 5 filhos para Benim, graças a bolsa de estudos fornecida pela ACN.

No Instituto Pontifício, sacerdotes, religiosos e leigos – casados ou não – realizam cursos de estudos baseados nos princípios estabelecidos na Exortação Apostólica Familiaris Consortio, que afirma: “Tudo o que se consegue fazer para sustentar a família se destina a ter tal eficácia de modo que ultrapassa a própria esfera e também alcança outras pessoas, causando efeito sobre a sociedade”.

“O Instituto João Paulo II no Benim é um tipo de farol para a sociedade africana, que está sob a influência de uma tendência global da ideologia de gênero”, explicou RafaelD’Aqui, chefe do departamento de projetos da ACN que atende o Benim. Ele acrescentou: “Uma sociedade sem um firmamento está condenada ao colapso”. Os estudantes do instituto são formados para lidar com questões que “se baseiam nos valores diários subjacentes à vida conjugal, tanto de homens como de mulheres, bem como na paróquia e na sociedade – transcendendo o ponto de vista católico, mas antropológico”.

O Instituto Pontifício gostaria de servir toda a África. Por esse motivo, mais e mais alunos vêm de todas as partes do continente. Na África, a família ainda tem grande valor, apesar da decadência global da estrutura familiar. As aulas são realizadas em francês; entretanto, foram feitos planos para introduzir outras línguas, como inglês e português. As ofertas do curso também serão expandidas para incluir o período noturno e possibilitar espaço aos estudantes que trabalham.

Instituto Pontifício João Paulo II de Benim
Recorde de pintura em parede do Instituto Pontifício João Paulo II de Benim.

A ACN tem apoiado o Instituto Pontifício desde os seus primórdios com projetos de construção e de doações de literatura religiosa. Além disso, disponibilizou mais de 120 bolsas para aqueles que tem desejo de estudar, mas não teriam outro meio de fazê-lo.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!