//Edificando o “espaço sagrado” na Nigéria

Edificando o “espaço sagrado” na Nigéria

2014-09-15T15:19:09+00:00 setembro 15th, 2014|Projetos|

Em conversas com a Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), padres e bispos africanos sublinham o quão importante são as igrejas para os cristãos africanos. Os Africanos têm um forte sentido do “espaço sagrado”. Muitas vezes lamentam o fato de muitos católicos não conseguirem compreendê-los a este respeito. Muita gente, no mundo moderno, parece pensar que é melhor construir qualquer coisa “útil”. Este sentido do sagrado e do misterioso está se perdendo cada vez mais.

Em 1990, uma nova paróquia foi criada na cidade de Okugbe-Okpella, no estado de Edo, no sudoeste da Nigéria. Essa paróquia possui nove capelas, e algumas muito afastadas do centro. Quando a paróquia foi instituída era tudo muito difícil. Não havia dinheiro; em muitos locais não havia estradas, transportes ou meios de comunicação. As crenças pagãs estavam ainda muito espalhadas no meio do povo e a situação relativa aos cuidados de saúde eram realmente precárias.

Desde então muita coisa mudou, graças à presença da Igreja, mas ainda há muitos problemas. Acima de tudo, os fiéis católicos anseiam por uma igreja paroquial deles e estão há anos economizando para este fim. Porque, apesar de serem extremamente pobres e viverem do que semeiam, mal podendo se alimentar com o pouco que conseguem cultivar nos seus campos, a Casa de Deus é tão importante para eles que estão literalmente dispostos a passar sem nada, só para contribuírem com ela. Cada um tenta, todos os domingos, pôr pelo menos qualquer coisa na bandeja da coleta e, no tempo das colheitas, as famílias oferecem uma parte da sua colheita. Até os que trabalham nas cidades, e só podem vir nas férias visitar a família, contribuem de boa vontade para a Igreja. Mas, mais do que isso, também rezam fervorosamente para que um dia a sua igreja esteja, finalmente, acabada. De fato, o bispo já deu a sua aprovação a uma oração especial para este fim: “Senhor, acreditamos firmemente que vais ouvir as nossas orações para que possamos construir neste lugar uma casa digna onde Te possamos adorar.”

Graças aos muitos sacrifícios feitos pelos fiéis para este fim, as paredes da igreja já estão de pé, mas o que foi arrecadado até agora não é suficiente para os custos do telhado. E, se o telhado não for rapidamente construído, a estrutura existente corre o perigo de ser danificada pelas fortes chuvas da estação. Então, todos os esforços terão sido em vão. O pároco, Padre Lawrence Nwaneri, escreve: “Posso garantir que sem a vossa ajuda o lindo sonho de ter uma igreja para a celebração dos Sacramentos irá por água abaixo.”

A AIS prometeu cobrir todo o custo do telhado, para que o duro trabalho e sacrifício dos fiéis católicos de Okugbe-Okpella não tenha sido em vão.

Leave A Comment