//Ajuda Emergencial: tragédia nas Filipinas

Ajuda Emergencial: tragédia nas Filipinas

2013-12-03T15:53:41+00:00 novembro 14th, 2013|Projetos|

Haiyan é o tufão mais forte deste ano, e um dos mais devastadores já registado, que deixou um rastro de desolação na sua passagem pela região central das Filipinas. As autoridades calculam que mais de 10 mil pessoas morreram.

Na sua passagem, o Haiyan destruiu entre 70% e 80% da cidade de Tacloban, capital da província de Leyte, que tem população de cerca de 220 mil pessoas. Segundo as Nações Unidas, a passagem do tufão, com ventos por vezes com velocidade superior a 300 quilômetros por hora, provocou uma onda de destruição terrível. Neste momento, técnicos da ONU estimam que cerca de 2,5 milhões de filipinos precisam de ajuda alimentar imediata.

 

A Ajuda à Igreja que Sofre conseguiu contato com o Padre Edwin Gariguez, secretario executivo da Caritas nas Filipinas, e realizou uma breve entrevista nesta terça, 12 de novembro, às 18h (hora local).

Como está a situação do país depois deste fortíssimo tufão?
Pe. Edwin Gariguez: » O tufão foi devastador, particularmente na ilha de Leyte, cujo interesse da mídia foi maior, mas há outras províncias e pequenas ilhas também gravemente atingidas. Nós chegaremos hoje à noite a estes locais e a Caritas Internacional se juntará a nós amanhã à tarde.

O que é mais importante no momento?
Pe. Edwin Gariguez: » Não tenho dúvidas que para os afetados o mais importante é água e comida. Houve relatos de roubos em Leyte porque as pessoas estão desesperadas. Também há relatos que o número de mortos está aumentando. Estamos tentando chegar nas áreas que não foram mencionadas pela mídia, enquanto recebemos informações a partir do solo, particularmente a partir de paróquias das dioceses afetadas. Muitas pessoas choram por ajuda, mas a magnitude da calamidade é tão grande que até mesmo o governo tem dificuldade de chegar a todos os afetados por este super tufão.

Muitas igrejas e instalações da igreja podem ter sido afetadas…
Pe. Edwin Gariguez: » Sim, sim. Tenho recebido relatórios de uma freira de Cebu. Ela me contou que 80% da comunidades foram destruídas, os edifícios praticamente levados ao chão, incluindo escolas, igrejas e ginásio esportivos.

Podemos afirmar que pessoas do mundo inteiro estão rezando pelo seu país…
Pe. Edwin Gariguez: » Por favor, comunique a nossa sincera gratidão a todo o povo pela solidariedade conosco. Estamos acostumados a tufões no nosso país, eles vêm e vão, mas este foi realmente um super-tufão, muito devastador… As pessoas estão desesperadas. Muitos estão procurando por seus parentes e muitos perderam a vida.

 

A AIS assegurou, a nível internacional, uma verba de 300 mil reais de “ajuda de emergência” para as Filipinas, país que enfrenta uma imensa destruição causada pela passagem do tufão Haiyan. Esta doação visa apoiar os esforços da Igreja local em operações de salvamento e de auxílio às populações mais atingidas pelo super-tufão e que precisam urgentemente de água potável, alimentos, roupa e abrigos.

 

Leave A Comment