//AIS doa alimento a 13 mil famílias de refugiados iraquianos

AIS doa alimento a 13 mil famílias de refugiados iraquianos

2015-07-29T16:56:27+00:00julho 29th, 2015|Projetos|

A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) promove um novo projeto no Iraque: no final de junho passado, a AIS doou alimentos para 13 mil famílias cristãs refugiadas no Curdistão iraquiano, mais de 2 milhões de reais foram investidos neste projeto.

Desde o avanço do grupo Estado Islâmico, em junho de 2014, AIS ajudou a Igreja iraquiana com mais de 21 milhões de reais. Só na arquidiocese caldeia de Erbil, onde os cristãos que fugiram de Mosul e da Planície de Nínive encontraram refúgio, a fundação destinou 60% da ajuda enviada pelos seus benfeitores de todo mundo.

Os cristãos iraquianos se preparam para viver o primeiro aniversário da fuga da Planície de Nínive. Na noite entre 6 e 7 de agosto do ano passado, mais de 120 mil fiéis foram obrigados a deixar suas casas por causa do avanço do Estado Islâmico.

Depois dos primeiros meses vividos debaixo de tendas, em igrejas e casas abandonadas, graças à Fundação Pontifícia as famílias cristãs encontraram abrigo em casas alugadas ou em estruturas pré-fabricadas fornecidas pela AIS. Logo terão início as aulas nas oito escolas pré-fabricadas doadas a fim de garantir um futuro aos pequenos refugiados.

“A ajuda da Fundação teve um grande impacto na vida de nossa comunidade”, escreveu o arcebispo caldeu de Erbil, Dom Bashar Matti Warda, depois do envio dos alimentos.

“Quero agradecer a AIS do fundo do coração por estar próximo de nossas famílias num momento tão dramático”, frisou o prelado.

Os alimentos foram distribuídos por grupos de voluntários de 15 a 18 anos. Cada família recebeu arroz, açúcar, óleo, feijão, carne, queijo e água para pelo menos um mês.

‘Ajuda à Igreja que Sofre’ continuará recolhendo fundos para garantir o envio constante de alimento nos próximos meses.

Leave A Comment