//AIS ajuda as vítimas das enchentes no Paquistão

AIS ajuda as vítimas das enchentes no Paquistão

2010-09-09T12:53:20+00:00 agosto 31st, 2010|Projetos|

A Ajuda à Igreja que Sofre está enviando € 40.000 (R$ 89.000) em ajuda emergencial às vítimas das inundações no Paquistão. Os subsídios fornecidos pela AIS amenizam o sofrimento dos cristãos que passam grande necessidade, principalmente de comida, roupas e abrigo.

Nos primeiros dias da catástrofe, a AIS já havia enviado € 15,000 (R$ 33.500), que foi distribuído nos conventos e instituições religiosas a fim de ajudar as pessoas desabrigadas em Nowshera, região oeste da capital, Islamabad.

O bispo de Multan, Dom Andrew Francis, que está supervisionando a ajuda de emergência enviada pela AIS na região, escreveu: “Em nome da diocese de Multan e especialmente das vítimas das cheias, eu sou profundamente grato a todos vocês da AIS por sua preocupação e compaixão. Certamente, essa tragédia é muito grande e requer uma assistência extraordinária, a fim de salvar a vida e a dignidade humana.”

A AIS está pronta para dar um novo subsídio de emergência, agora para Sindh, a província sul-leste, onde a cheia do rio Indus trouxe consequências devastadoras.

Regina Lynch, diretora de projetos da AIS, disse: “Temos sido inundados com doações e mensagens de apoio dos benfeitores, ansiosos para ajudar as pessoas que sofrem do Paquistão”.

Sublinhando a necessidade de apoio contínuo por bastante tempo, mesmo após a mídia esquecer o caso, ela disse: “Em nome das vítimas das inundações e daqueles que tentam ajudá-los, especialmente os bispos e padres, exorto aos amigos da AIS para que não esquecem os nossos irmãos e irmãs no Paquistão. Continuem a ajudar da forma que puderem, especialmente através de orações e doações.”

Relatórios vindos de Multan apontam as necessidades mais urgentes dos desabrigados, necessidades estas que abrangem desde comida com alta taxa de energia, leite em pó, sabão de lavar roupa, kits de medicamentos, água mineral e tendas.

Em Quetta, a AIS apoiará os trabalhos realizados por padres salesianos e voluntários que identificaram, até o momento, cerca de 800 famílias que precisam de auxilio emergencial, incluindo um grande número de crianças e idosos.

Novamente, eles destacaram a necessidade de remédios e água potável. Os salesianos querem fornecer um mês de abastecimento de alimentos, incluindo farinha, óleo de cozinha, lentilhas, chá, açúcar, bem como assistência médica básica para combater a febre, constipação e diarréia.

O governo organizou uma operação de socorro para levar as vítimas das enchentes para Quetta, região menos atingida pela catástrofe.

One Comment

  1. gilberto marques dos santos 17 de setembro de 2010 at 18:57 - Reply

    gostaria de fazer uma ação mas não sei como fazer isso mande uma resposta no meu Imail que é gilberty2010@hotmail.com ….estarei aguardando a resposta obrigado.

Leave A Comment