//A Boa Nova chega ao deserto pelas ondas da Rádio Akicha

A Boa Nova chega ao deserto pelas ondas da Rádio Akicha

2013-02-22T19:49:14+00:00 Fevereiro 24th, 2013|Projetos|

Propagar o Evangelho no deserto habitado por povos tribais. Levar a palavra de Deus aos que não sabem ler e escrever. É a missão de Rádio Akicha, uma pequena emissora – apoiada pela Ajuda à Igreja que Sofre – que transmite da Diocese queniana de Lodwar e está dirigida aos Turkanos, uma tribo da região noroeste do país.

“É o principal meio de comunicação da nossa diocese – explica à AIS o bispo de Lodwar, monsenhor Dominic Kimengich – Mais de 60% da população local está formada por nômades e pastores, sem nenhuma educação, e Rádio Akicha oferece um suporte valioso para o serviço pastoral”.

Entre os Turkanos a taxa de analfabetismo é muito elevada – cerca de 98% – e muitos deles não falam Inglês ou suaíli, línguas faladas pelas principais emissoras quenianas. Eis porque no mês de dezembro de 2008, com o apoio da Ajuda a Igreja que Sofre, nasceu Rádio Akicha [“luz” em Turkano], a primeira rádio com uma programação totalmente em língua turkana. “Graças à nossa estação podemos difundir as notícias locais, nacionais e da Igreja universal – afirma o bispo – contribuindo na formação e na educação dos jovens”.

A gradede programação inclui programas religiosos, como a leitura das sagradas escrituras, mas também notícias e música. “Até mesmo os muçulmanos acompanham com interesse as transmissões – conta à AIS o padre Avelino Bassols, da comunidade missionária local São Paulo Apóstolo – de tal forma que alguns deles compraram uma Bíblia para aprofundar os textos sagrados ouvidos na rádio”.

As informações são passadas por meio de minisséries e musicais que, divertindo o público, conseguem uma audiência mais ampla. “Por meio da nossa emissora – continua o prelado queniano – divulgamos também os muitos programas de apoio da diocese. Assim quem tem necessidade sabe que pode vir até nós”.

“Especialmente Rádio Akicha é um instrumento de evangelização – afirma padre Avelino – Em Ludwar as mulheres se reúnem cada tarde para rezar o terço junto com os seus radinhos. E na tarde, também no meio do deserto, muitas comunidades se reúnem ao redor do fogo para ouvir, por um pequeno transmissor, a Boa Nova”.

Em 2012 a Ajuda à Igreja que Sofre financiou projetos de apostolado de mídia aproximadamente de 2,5 milhões de reais. A Fundação Pontifícia sustenta a criação e o desenvolvimento de estações de rádio, emissoras de televisão, empresas de produção, sites e revistas cristãs em todo o mundo.

Leave A Comment