//Qualidade de vida

Qualidade de vida

2018-03-02T12:32:54+00:00 julho 21st, 2009|Palavra Viva|

Se há um assunto atual é o tema qualidade de vida. Tudo passa pelo crivo da qualidade. Busca-se de tantas formas o melhor, por vezes, com investimentos elevados de tempo, de esforços, de recursos humanos e econômicos. Nada tem de negativo nisto. Mas há testes para medir a qualidade de vida quanto aos valores do ético, da moral, dos costumes, da vida de um casal, da família, da autenticidade de nosso amor a Deus e aos irmãos?

Particularmente para nós que confessamos amar Jesus e que buscamos ser seus discípulos como melhor saber como nos encontramos em nossa sadia vida cristã?

Na verdade, há um teste bem acessível para todos, que alias, é totalmente gratuito, seguro e verdadeiro. Nós o podemos aplicar a nível pessoal, de família e de comunidade sem maiores dificuldades. Basta confrontar nossa vida com a vida de Cristo ou confrontar nossa vida com os dez mandamentos para ver a que nível cada um de nós se encontra perante Deus, perante o irmão e perante a si próprio, como basta simplesmente que nos detenhamos com sinceridade diante da Palavra de Deus e ver se a Palavra se tornou a norma, a fonte, o alimento e o segredo do nosso ser e existir cristão.  Enfim, basta ver que espaço e importância se dá a Deus e aos irmãos na vida, particularmente como nos encontramos em nosso compromisso de amor com a sorte e o destino dos mais abandonados de nosso tempo.

Quando alguém se apresenta medíocre e indiferente perante a vontade de Deus e o dever de amor com os irmãos não há qualidade de vida cristã. Sem Deus nossa vida não se explica e nosso amor aos irmãos e a nós próprios se torna egoísmo e sem o verdadeiro amor ao irmão nosso amor a Deus é falso. “Quem diz amar a Deus a Quem não vê e não ama o irmão a quem vê, engana-se a si mesmo. Recebemos de Deus este mandamento, o que amar a Deus, que ama também ao irmão” 1Jo.4,20-21.

Não basta afirmar que se é cristão, como não basta reconhecer que Jesus é o Filho de Deus vivo, o nosso Mestre, Salvador e Redentor. O teste de nossa maturidade cristã é e sempre será o testemunho vivo e visível de nosso amor a Jesus e aos irmãos.

A Igreja católica na fidelidade à Boa Nova de Jesus e através de seus permanentes ensinamentos e documentos, como através das insistentes alocuções de nossos Papas e de nossos bispos, nos convida à fidelidade de uma vida cristã segundo os valores e o espírito dos Evangelhos. Somos chamados a ser discípulos missionários de Jesus, cartas vivas do amor Deus, nos ensina o apóstolo Paulo.

Como cristãos somos desafiados a pôr em prática os ensinamentos do documento de Aparecida através de uma evangelização e catequese renovadas que nos transformem em verdadeiros discípulos missionários de Jesus levando sua mensagem a todos os povos.  “Ide e levai minha Boa Nova a todos os povos.Mt.28, 19s.

Portanto, no presente será oportuno que cada um de nós faça um sincero exame de consciência para ver como se encontra na fidelidade de amor a Deus e aos irmãos.  Se nosso amor a Deus e aos irmãos não se traduzir num sério compromisso com o destino e a sorte na defesa da vida de todos, particularmente dos mais esquecidos e feridos de nosso tempo, nosso amor cristão não passa pelo teste do discipulado de Cristo.

 

Leave A Comment