//Zelo Pastoral às margens do rio Amazonas

Zelo Pastoral às margens do rio Amazonas

2018-05-14T11:15:35+00:00 setembro 9th, 2010|Notícias|

O Rio Amazonas é formado pelo encontro entre o Rio Solimões e o Rio Negro. Às margens do Rio Solimões, vivem milhares de pessoas. Algumas, em colônias permanentes, outras em pequenos grupos de cabanas. São pobres e geralmente vivem da pesca.

O frei capuchinho Gino Alberatti trabalha com eles há mais de 30 anos e os conhece bem. “Existem 14 grupos étnicos ao longo do rio” – disse ele num recente encontro na sede internacional da Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), em Königstein, na Alemanha.

O sacerdote, 69 anos, atende 27 comunidades a partir do seu centro missionário, Santo Antônio do Içá.

Desde 2004, Frei Gino tem à disposição uma lancha a motor de 15 metros, chamada “Fraternidade Itinerante”. Com ela, conseguiu dar um grande impulso à pastoral nas comunidades às margens do Rio Amazonas. O frei passa dias inteiros sobre as águas. Através do apostolado via fluvial, Frei Gino consegue visitar as comunidades, batizar adultos e crianças, celebrar missas, casamentos e ouvir confissões. É muito engajado no trabalho pastoral com os jovens e oferece curso de formação para catequistas.

Muitas das atividades, inclusive a missa, se realizam a bordo da “Fraternidade Itinerante”. O capuchinho se empenha também em transportar pessoas que não podem pagar o transporte público, intervém em emergências ajudando as pessoas que devem ser levadas ao hospital.

Entre seus projetos, está um novo barco, que com a ajuda da ACN, deve ser utilizado pelos Capuchinhos de Benjamin Constant, cidade à margem do Rio Solimões, no trabalho pastoral na área, alcançando assim as comunidades do Brasil e do Peru.

O barco, que deve ficar pronto até janeiro de 2011, permitirá aos frades lançar o “Projeto Javari”, 40 dias em missão envolvendo não apenas catequistas, mas médicos e dentistas, num programa de prevenção da malária.

One Comment

  1. elizabeth tomie nascimento 17 de setembro de 2010 at 20:00 - Reply

    PAZ E BEM…PORQUE OS TRABALHOS DE EVANGELIZAÇÃO DOS CATÓLICOS É TÃO DIFICÍL….PORQUE OS FIÉIS NÃO PODEM SER MAIS GENEROSOS..,HA TANTO TRABALHO A FAZER E TÃO POUCO RECURSO….SÓ FICAMOS LAMENTANDO E NADA FAZEMOS…

Leave A Comment