//‘Rezamos por quem nos odeia’

‘Rezamos por quem nos odeia’

2016-02-23T12:25:21+00:00janeiro 28th, 2016|Notícias|

A Abadia da Dormição em Jerusalém foi mais uma vez alvo de vandalismo. Na noite do dia 16 de Janeiro, pessoas desconhecidas danificaram as portas e paredes do Mosteiro Beneditino no exterior da Cidade Antiga de Jerusalém. Também foram atingidos os estabelecimentos da igreja apostólica greco-ortodoxa e arménia.

As pichações, escrito em hebraico, e em caligrafias diferentes, dizia: “Cristãos vão para o inferno”, “Morte aos cristãos pagãos, os inimigos heréticos de Israel”, “Vingança para os israelitas” ou “Apagado seja o Seu nome”. Uma espada a escorrer sangue foi também desenhada ao lado da estrela de David.

A comunidade de monges reagiu com consternação aos incidentes. “Estamos a rezar por quem nos odeia”, disse o Padre Nikodemus Schnabel, sub-prior do mosteiro, à ACN. “Se estamos sendo atacados por sermos cristãos, então reagiremos como cristãos.”

O Padre Nikodemus não conseguia explicar porque é que os extremistas tinham atingido a Abadia mais uma vez. No entanto, sublinhou que a comunidade judaica reagiu em solidariedade. “Estamos gratos por todos os nossos amigos em Israel que nos apoiam. Nós, como monges da Abadia, não deixaremos de rezar pela reconciliação, justiça e paz – assim como pelos agressores de ontem à noite: que o ódio desapareça dos seus corações.”

One Comment

  1. Ricardo Justen 15 de fevereiro de 2016 at 06:07 - Reply

    Façamos conforme Jesus nos ensinou: rezem por aqueles que vos fazem mal.

Leave A Comment