//Obrigado Padre Werenfried

Obrigado Padre Werenfried

2018-05-11T17:38:38+00:00novembro 10th, 2010|Notícias|

Caro leitor, se prepare. A presente obra não é apenas um livro, é algo bem mais próximo e que, no entanto, infelizmente está caindo em desuso: é uma carta.

Uma carta de agradecimento a alguém que doou sua vida e seguiu sua história mendigando doações, confortando os pobres da terra, ao mesmo tempo em que se preocupava com a salvação dos mais abastados. Sim, é uma carta para o Pe. Werenfried, o Mendigo de Deus, o Pe. Toucinho.

Com tantos nomes criativos, Pe. Werenfried também tocou e mudou a vida de muitos: foi um dos primeiros a escrever sobre Madre Teresa de Calcutá, mostrando seu trabalho para o mundo; ajudou o Papa João Paulo II quando este ainda era bispo na Polônia e não tinha meios para construir uma Igreja no coração de uma cidade comunista; tocou a vida de Frei Hans – fundador da Fazenda da Esperança – quando este ainda era criança e o fez perceber que “só o que nos empobrece aqui na terra é que nos enriquece para a vida eterna”; e, particularmente, me tocou a tal ponto que eu também quis fazer parte desta obra de amor fundada por ele que é a Ajuda à Igreja que Sofre.

Numa noite eu testemunhei o Pe. Werenfried sozinho na capela, diante do sacrário, falando com Cristo como se estivesse fisicamente frente à frente com um grande amigo. Ele sempre entrava na capela e abria seu coração com Deus, lá ele dizia que havia aprovado projetos de católicos perseguidos na China comunista, de cristãos que corriam risco de vida em diversas regiões da África e de muitos brasileiros que eram privados de sua humanidade nas imensas favelas. E então ele pedia a Deus que suscitasse corações dispostos a doar um pouco do que tinham para que ele pudesse honrar estes compromissos de ajuda e, assim como ele gostava de dizer, “enxugar as lágrimas de Cristo onde quer que Ele chore”.

Eva-Maria Kolmann com esta sua obra sobre “o Padre Toucinho” nos delega uma rica memória detalhada, fiel e viva da pessoa e da vida deste grande homem de Deus e dos homens: Pe. Werenfried. Através de seu livro poderemos melhor conhecer o coração, a alma e a vida do maior mendigo de Deus na Igreja de Cristo que doou sua vida em favor dos mais pequeninos e abandonados do mundo.

O próprio Pe. Toucinho disse que, “se quisermos enviar uma carta para Deus, devemos na verdade escrever uma carta para em quem Deus habita”. Essa obra é endereçada não só à memória do Pe. Werenfried, mas também a você, a mim, a todos que descobriram a maravilha de ter Deus habitando em sua vida. Boa leitura!

6 Comments

  1. Ana Angélica Campelo 23 de novembro de 2010 at 17:21 - Reply

    Li, na página de abertura deste site, alguns dos trechos do pensamento do Pe. Werenfried, e fiquei impressionada com sua coragem em denunciar as injustiças (mesmo quando elas são cometidas pela Igreja)e propagar uma fé viva, concreta e amorosa.
    Eu não conhecia nada do Pe. Werenfried, mas agora fiquei instigada em conhecer melhor seu pensamento e sua obra.
    Parabéns a vocês por essa divulgação.

  2. cleomar 10 de dezembro de 2010 at 06:29 - Reply

    Antes da Eucaristia, do perdão, das obras de caridade, é conhecendo a vida dos santos que encontramos vitamina para sermos católicos verdadeiros.
    Padre Toucinho, o Padre Pio da Alemanha e do Mundo! Louvado seja, amém.

  3. elizete macedo da silva 10 de fevereiro de 2011 at 19:09 - Reply

    Gostaria de ter o coração parecido com o do padre werenfried.É algo divino!

  4. Braz Vicente Machado 12 de fevereiro de 2011 at 10:59 - Reply

    Amo ler sobre a vida do Padre Werenfried,chego a ficar com os olhos marejados,arrepio o corpo de saber que esse gigante de Deus lutou ate o fim de sua vida,tenho plena certeza que o Padre toucinho encontra-se no seio de Abraao gozando da vida que ele fez por merecer.Ao ver sua imagem via internet lembro-me de meu AVO materno faleceu aos 94 anos,sao muito parecidos.Sou contribuinte para a AIS,todo mes recebo o boletim informativo,leio tudo.Pe.Werenfried deixou discipulos do bem,te amo Padre Werenfried.

  5. José Ribamar Furtado Serra 5 de janeiro de 2012 at 12:58 - Reply

    Sou devoto do Padre Werenfried a quem já considero santo em minhas orações particulares. Contribuo para a AIS há cerca de dez anos. Espero continuar enquanto Deus me deixar por aqui. Hoje quis adquirir três livros e o registro do meu e-mail não foi aceito sob a alegação de que estava errado. Insisti e novas recusas. Acontece que estava digitado 100% correto. Que fazer?

  6. Fernando Antônio Correia Serra 27 de agosto de 2016 at 02:47 - Reply

    Meu querido pai partiu no dia 19/8/2016. Morreu rezando o terço, como sempre ontem em toda sua via! Pesquisando as páginas da Internet com o nome dele, achei um post que ele fez em 5/1/2012. Nele, dizia que contribuía para a AIS há mais de 10 anos. Hoje, seriam cerca de 14 anos. Homem de fé profunda, pregador constante das coisas de Deus. No post, reclamou de não ter podido comprar 3 livros do Pe. Werenfield. Não Denise consegui depois! De qualquer forma, em sua homenagem, procurarei mais bem conhecer a AIS. Gostaria de comprar o livro citado por meu pai em seu comentário.
    Obrigado.

Leave A Comment