//O Padre do Povo

O Padre do Povo

2017-05-12T13:50:15+00:00dezembro 7th, 2016|Notícias|

A sua história é exemplar. E inflama a nossa própria fé. Expulso da sua aldeia no auge dos ataques jihadistas no Iraque, Martin Baani foi obrigado a fugir, como todos os outros, apenas com a roupa do corpo. Só teve tempo para salvar o Santíssimo da igreja de Karamlesh, onde vivia. Todo o resto ficou para trás.

Martin era seminarista e prometeu ali, na igreja vazia que estava prestes a ser profanada, que ninguém iria impedi-lo de cumprir o sonho da sua vida: ser padre e servir o seu povo! Dia 16 de Setembro de 2016. A igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Erbil. É dia de ordenações. Entre os sete novos sacerdotes está precisamente Martin Baani. Agora com 26 anos. A ocupação da sua aldeia pelos jihadistas não o derrotou. Pelo contrário o tornou mais forte, permitiu-lhe ver com clareza a sua missão. Durante o tempo em que se preparou para o sacerdócio, Martin foi aos campos de refugiados para acompanhar as famílias cristãs, procurando ajudá-las no seu sofrimento, nas suas dores, nas suas lágrimas.

Desde 2014 que milhares de benfeitores e amigos da ACN pelo mundo adotaram Martin, o seminarista Martin, nas suas orações. Cada vez que ele abraçava alguém no campo de refugiados de Erbil, ou cada vez que simplesmente sorria com eles ou escutava as suas dores e lamentos, Martin era o rosto dessa generosidade, era o olhar e a voz de cada um desses benfeitores. Era a sua voz e o seu olhar.

Hoje, o Pe. Martin agradece a cada benfeitor que o ajudou a terminar o curso de teologia, a cada um que rezou por ele. A nossa ajuda continua a ser essencial para todo o seu povo. O CRISTIANISMO É UMA FONTE DE PAZ E DE RECONCILIAÇÃO. SEM PADRES, A IGREJA NO MÉDIO ORIENTE NÃO TEM FUTURO!

Leave A Comment