//Homenagem à “Trindade de Königstein”

Homenagem à “Trindade de Königstein”

2012-01-05T18:09:22+00:00setembro 5th, 2011|Notícias|

O arcebispo de Colônia, Cardeal Meisner, dedica um memorial aos Padres da Igreja de Königstein e diz: “O trabalho do Padre Werenfried sempre esteve presente onde a Igreja se encontrava em necessidade”.

“Estamos aqui para homenagear três grandes homens da Igreja, testemunhas de dentro do nosso meio.” Com estas palavras, em uma cerimônia na quinta-feira (01/09/2011), em Königstein, perto de Frankfurt, Alemanha, o Arcebispo de Colônia, Joachim Meisner, dedicou uma memorial a três pastores influentes do pós-guerra: Padre Werenfried van Straaten – fundador da organização católica internacional Ajuda à Igreja que Sofre, o Bispo Maximilian Kaller, e o Bispo Auxiliar Adolf Kindermann.

“Eles formam uma espécie de trindade de Königstein”, continuou o cardeal Meisner no seu sermão: Bispo Kaller foi o coração do trio, Bispo Auxiliar Kindermann cabeça e homem de ação, enquanto Padre Werenfried, ‘com suas mãos grandes’, realizou um grande trabalho, cujos efeitos são sentidos hoje muito além desta cidade. Cardeal Meisner falou as seguintes palavras: “O trabalho Padre Werenfried sempre esteve presente onde a Igreja se encontrava em necessidade”. O patrono da iniciativa do memorial, o ex-Ministro Federal Heinz Riesenhuber, também elogiou o trabalho e a vida dos “Padres da Igreja de Königstein”.

Maximilian Kaller foi consagrado Bispo de Ermland em 1930. Em 1945, ele foi forçado a fugir para o Ocidente. Em 1946 ele foi nomeado pelo Papa Pio XII como o primeiro bispo dos alemães expulsos da Alemanha. Em Königstein, juntamente com Adolf Kindermann, o ex-reitor do seminário alemão em Praga, começou a construir um seminário, um colégio filosófico-teológico e um Gymnasium (escola secundária). Mas o bispo Kaller morreu em 1947 e Adolf Kindermann continuou o trabalho.

Provavelmente o mais conhecido destes três pastores é o holandês “Padre Toucinho”, Werenfried van Straaten. Em 1948 o padre Norbertino, depois de 34 anos, visitou Königstein, pela primeira vez. Mais tarde, a cidade se tornou sua segunda casa e até hoje abriga a sede internacional da Ajuda à Igreja que Sofre. A nova escultura que fica na praça Pater-Werenfried, em Königstein foi criada por Christoph Loch e é uma iniciativa do “Freundeskreis Werenfried-Denkmal” (Amigos do Memorial Werenfried).

One Comment

  1. elizabeth tomie nascimento 21 de outubro de 2011 at 03:04 - Reply

    PAZ E BEM….HOMENS UNGIDOS POR DEUS.(.SACERDOTES.).QUE SERIA DE NÓS SEM ELES…ANJOS TERRESTRES..DISCIPULO AMADO DE DEUS…OBRIGADO PELO SEU SIM AO CHAMADO DE DEUS…DEUS TE ABENÇOE E OS GUARDE…AMEM

Leave A Comment