//Divulgados os patronos e intercessores da JMJ 2013

Divulgados os patronos e intercessores da JMJ 2013

2015-08-26T13:42:36+00:00junho 1st, 2012|Notícias|

Milhares de fiéis da Arquidiocese do Rio de Janeiro se reuniram no santuário da Penha para celebrar a solenidade de Pentecostes e conhecer os nomes dos santos e beatos que foram escolhidos como patronos e intercessores da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013.

Entre os nomes escolhidos estão testemunhas de santidade de países dos cinco continentes, incluindo o Brasil. Frei Galvão, a Beata Irmã Dulce e a Beata Albertina Berkenbrock são os nomes brasileiros na lista que inclui, entre outros, o idealizador das Jornadas Mundiais da Juventude, o Beato João Paulo II.

Na homilia da solenidade que marca o fim do tempo pascal, o Arcebispo do Rio de Janeiro e presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013, Dom Orani João Tempesta, lembrou que a divulgação foi marcada no dia de Pentecostes porque é o Espírito Santo que torna possível a santidade entre os homens. Segundo informaram fontes do COL, os patronos são os santos considerados pais espirituais dos jovens peregrinos.

A escolha deles foi pautada pelo tema e espírito da Jornada, além da identificação deles com o Brasil e o Rio de Janeiro. Com grande alegria, Dom Orani anunciou os nomes de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil; São Sebastião, patrono da Arquidiocese do Rio; Santo Antônio de Santana Galvão, o primeiro brasileiro a ser canonizado; Santa Teresinha do Menino Jesus, padroeira das missões e o Beato João Paulo II, modelo de apóstolo da juventude; como os cinco patronos da JMJ 2013.

Através dos intercessores, a Igreja convida todos os jovens a imitarem uma virtude de cada um deles. Eles são jovens dos cinco continentes que foram beatificados ou canonizados.

Os intercessores da próxima Jornada Mundial da Juventude são: Santa Rosa de Lima, exemplo de fidelidade a Jesus Cristo; Santa Teresa de Los Andes, modelo de contemplação; Santa Laura de Vicuña, testemunho de pureza; Beato José de Anchieta, o apóstolo do Brasil; a Beata brasileira Albertina Berkenbrock, que morreu defendendo sua castidade; Beata Chiara Luce Badano, exemplo de entrega a Deus; Beata Irmã Dulce, embaixadora da caridade; Beato Adílio Daronch, amigo de Cristo; Beato Pier Giogio Frassati, apóstolo da juventude; Beato Isidoro Bakanja, mártir do escapulário; Beato Ozanam, servidor dos mais pobres; São Jorge, combatente do mal; Santos André Kim e companheiros, mártires da evangelização na Ásia, onde os cristãos ainda são perseguidos e martirizados em alguns países.

O Arcebispo ressaltou ainda que os santos intercessores e patronos são provas de que a santidade é possível ao jovem de hoje. “Eles são homens e mulheres que se deixaram conduzir pelo Espírito Santo. São conhecidos como testemunhas de Jesus Cristo. Viveram intensamente a felicidade de seguir a Cristo”, disse o prelado.

A divulgação gerou grande expectativa entre os jovens que vieram de todas as partes da Arquidiocese e também de outras dioceses para celebrar a escolha dos santos e beatos intercessores do próximo encontro mundial da juventude com o Vigário de Cristo na Terra.

“Colocamos nas mãos de Deus e de Maria, dos patronos e intercessores, todos os jovens que virão ao Rio de Janeiro”, disse o Arcebispo. Dom Orani completou dizendo que a diversidade vivida na Jornada, todas as línguas que serão faladas no Rio durante estes dias, não serão empecilho para a convivência fraterna e que é possível ser alcançada na unidade. “Quando os jovens voltarem para suas pátrias ou cidades eles serão testemunhas alegres do Senhor”, concluiu Dom Orani.

Ao final da celebração, que também marcou o encerramento do mês mariano na Arquidiocese do Rio, o Arcebispo metropolitano da capital fluminense deu a Bênção com o Santíssimo Sacramento aos presentes e foram coroadas as imagens do Menino Jesus e de Nossa Senhora da Penha.

A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre, que conta com uma sede no Brasil, também se rejubila com a escolha dos patronos e intercessores da JMJ Rio2013, evento no qual a entidade terá uma ativa participação entre os jovens, organizando uma série de iniciativas.

Uma delas será uma exposição multimídia no centro do Rio de Janeiro, sobre o mesmo tema da JMJ, que é: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”. Ademais, a AIS vai oferecer para parte dos jovens participantes o YouCat, um catecismo preparado especialmente para a juventude católica que leva um prefácio escrito pelo Papa Bento XVI. Também está prevista a pré-estreia de um filme francês sobre a triste realidade da síndrome pós-aborto e suas graves consequências para a saúde das mulheres.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!