//Divisão entre cristãos é uma ferida no corpo da Igreja

Divisão entre cristãos é uma ferida no corpo da Igreja

2015-08-26T13:23:30+00:00 Maio 25th, 2015|Notícias|

“A divisão entre os cristãos é uma ferida no corpo da Igreja de Cristo. Não queremos que ela permaneça. Aquele que persegue hoje os cristãos, nos unge com o martírio, sabe que os cristãos são discípulos de Cristo, que são um, que são irmãos. A ele não importa se somos evangélicos, ortodoxos, luteranos, católicos e apostólicos. São cristãos. Esse sangue nos une. Estamos vivendo o ecumenismo do sangue. Isso deve nos motivar a rezar, dialogar, abater as distâncias e ser cada vez mais irmãos”, disse o Papa Francisco na video-mensagem por ocasião do encontro pela Unidade Cristã no Convention Center de Phoenix, Texas (EUA).

O Papa pede aos cristãos para buscarem e pedirem juntos a graça da unidade que “está germinando entre nós”. “A unidade confirmada num só Batismo que buscando unidos no caminho, na oração uns pelos outros, na unidade do trabalho comum em ajudar os irmãos que creem na soberania de Cristo”, frisou o pontífice.

O Papa está convencido de que a unidade entre nós não é feita pelos teólogos. “Os teólogos nos ajudam, a ciência dos teólogos nos ajudará, mas se esperamos que os teólogos entrem num acordo, a unidade será obtida um dia depois do Juízo Final. Quem faz a unidade é o Espírito Santo…”, concluiu.

Leave A Comment