//Dia Mundial da Vida Consagrada

Dia Mundial da Vida Consagrada

2018-05-10T17:41:11+00:00fevereiro 1st, 2018|Notícias|

2 de fevereiro: a Igreja celebra o “Dia Mundial da Vida Consagrada”

Foi emocionante quando o jovem Carmelita Christo professou seus votos perpétuos. Seus pais o levaram ao altar, assim como o filho é entregue à noiva durante as núpcias africanas tradicionais. Nesse caso, os pais deram seu filho à Igreja. A alegria de seus confrades e os fiéis era visível. No dia seguinte, foi ordenado diácono na Catedral de Bouar, enquanto seu confrade Odilon foi ordenado sacerdote.

É raro ouvir boas notícias provenientes da República Centro-Africana. O país em crise tem a última classificação no Índice de Desenvolvimento Humano, com 80% do país ainda dominado por vários grupos armados, mesmo dois anos após o fim da guerra civil. A violência contínua tem forçado milhares de pessoas a fugirem. A alegria da consagração dos dois carmelitas foi rapidamente ofuscada no dia seguinte: dois homens armados com metralhadoras invadiram os terrenos do Carmelo em Bouar-Yolé, levando como prisioneiro o sentinela. Eles ameaçaram os freis Marcello Bartolomei e Aurelio Gazzera, mas os dois sacerdotes conseguiram empurrar os assaltantes para fora do portão. Os homens armados fizeram provocações e dispararam, mas permaneceram do lado de fora.

 

Freis carmelitas
Freis carmelitas professam seus votos temporários em Bangui, República Centro Africano

 

As vocações estão prosperando neste país em que os conventos, seminários e casas de missão são vítimas repetidamente de assaltos e ataques. Na Ordem dos Carmelitas, 27 jovens estão se preparando para dedicar suas vidas completamente a Deus. O que precisa de coragem. Afinal, os religiosos são muitas vezes os que arriscam suas próprias vidas pela paz e pela reconciliação. “Minha única arma é a oração”, explicou o frei carmelita nascido na Itália, Aurelio Gazzera.

A Fundação Pontifícia ACN apoia a formação dos vocacionados carmelitas na República Centro-Africana e ajuda irmãs e irmãos religiosos em todo o mundo. Padre Martin Barta, assistente eclesial internacional da obra de caridade pastoral, explicou: “A ACN apoia pessoas consagradas a Deus em todo o mundo, pessoas que são o poder oculto da missão, não só através da caridade externa e obras pastorais que realizam, mas particularmente através de suas orações e devoção a Deus. Sem essas pessoas, não seríamos capazes de gerar frutos duradouros. Porque o segredo de alcançar um fruto verdadeiramente duradouro na missão – mesmo que o fruto só apareça mais tarde – é ‘permanecer em Jesus’. Assim, a fecundidade do trabalho da Igreja depende da união com Ele. Jesus prometeu: ‘Aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muitos frutos’”.

De acordo com o padre Barta, o “Dia Mundial da Vida Consagrada nos lembra que há pessoas que permanecem em Jesus de maneira especial e que se dedicam a Ele numa entrega incondicional. Em seu amor nupcial por Cristo, eles são um sinal para o mundo de que a união com Ele torna nossas vidas bem-sucedidas, frutíferas e verdadeiramente alegres”.

Em 2017, a ACN apoiou as vocações da Igreja Católica de várias maneiras em cada diocese do mundo, incluindo, por exemplo, auxílio a quase 700 mil irmãs religiosas.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!