//Boko Haram busca por líderes cristãos

Boko Haram busca por líderes cristãos

2016-05-05T17:35:05+00:00maio 5th, 2016|Notícias|

Sacerdotes, pastores protestantes e até um arcebispo estiveram na mira do grupo islâmico Boko Haram nos mais recentes ataques ocorridos no nordeste da Nigéria.

Num desses ataques, ocorrido a 25 de Abril, na localidade de Nimbo, pelo menos vinte pessoas morreram, ao passo que, três dias mais tarde, no dia 28, noutra localidade, o automóvel do Cardeal John Olorunfemi Onaiyekan, Arcebispo de Abuja, foi alvejado a tiro. O Bispo de Nsukka, Godfrey Igwebuike Onah, em declarações recolhidas pela agência Fides, afirma mesmo que “os atacantes, além de matarem indiscriminadamente os moradores do Nimbo, apontaram sobretudo para as casas dos sacerdotes cristãos, como a do pastor protestante (que foi incendiada) e a do pároco católico”. Segundo este prelado, a casa do padre católico só não foi consumida também pelas chamas porque o grupo terrorista não dispunha de “líquido inflamável”.

Esta nova sucessão de ataques violentos no nordeste do país tem vindo a aumentar a incredulidade das populações perante a aparente passividade das autoridades face às ações dos terroristas do Boko Haram.

D. Onah, quando confrontado com a ausência de agentes da polícia ou do exército durante o ataque verificado a 25 de Abril, lança mesmo a pergunta: “Onde estão as forças de segurança?”, explicando que “o aspecto mais doloroso do massacre de Nimbo é que foi anunciado, previsto e executado sem inibições, em pleno dia”.

O atentado contra o automóvel do Arcebispo de Abuja, por exemplo, é apenas o mais recente incidente do gênero. Apenas duas semanas antes, outro automóvel, transportando três sacerdotes, foi também alvejado, tendo um dos padres ficado seriamente ferido. Alguns dos mais recentes ataques verificados contra as populações civis são atribuídos, porém, aos pastores Fulani, mas responsáveis da Igreja acreditam que, a ser assim, deverá haver terroristas do Boko Haram infiltrados entre eles. É o caso do Padre Patrick Tor Alumuku, diretor do gabinete de comunicações sociais da Arquidiocese de Abuja. Para Alumuku, estes últimos massacres “parecem ser obra de outros grupos que se escondem atrás deste movimento de pastores”. O Padre Patrick diz mesmo que os nigerianos acreditam “que os massacres são realizados por membros de Boko Haram que estão se espalhando para o sul da Nigéria”.

2 Comments

  1. João Alencar Andrade 7 de maio de 2016 at 07:57 - Reply

    O risco dessas “invasões” islâmicas no mundo, trás sérios riscos a humanidade. Não toleram religião oposta.

  2. ANASTÁCIA GARCIA GOUVÊA . 11 de maio de 2016 at 13:23 - Reply

    É TRISTE CONSTATAR ESSA REALIDADE QUE PERSISTE NESTA REGIÃO… O JEITO É REZAR SEMPRE MAIS…P/ QUE TENHAM O BOM SENSO E RESPEITO PELA VIDA DO CRISTÃO. REZO TODOS OS DIAS ” TENHA DEUS PIEDADE DE NÓS E NOS ABENÇOE, FAÇA RESPLANDECER SOBRE NÓS A LUZ DA SUA FACE !’ …SALMO 66

Leave A Comment