A AIS procurou, durante dias, entrar em contato com os Bispos e os diversos projetos de ajuda existentes no Haiti auxiliados pela Obra, até que se tornou possível fazer chegar uma mensagem de apoio ao povo haitiano. Imediatamente solicitamos informações atualizadas e precisas das prioridades do país.

Dom Gontrand Decoste, Bispo de Jérémie, resume a situação: “O Haiti foi atingido por uma tragédia terrível. Estamos de joelhos. Apenas à solidariedade de pessoas como vocês nos animam a levantarmos de novo”, escreve o bispo, lembrando as pessoas que perderam os seus lares e as muitas igrejas destruídas.

A organização católica internacional Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) irá enviar 50 mil Euros como auxílio de emergência para o Haiti. A ajuda inicial segue para o país caribenho através do Núncio Apostólico, o Arcebispo Bernardito Auzo. O representante diplomático do Papa assegurará a gestão e a distribuição da ajuda, que servirá para suprir necessidades básicas, como: água, alimentação, medicamentos e abrigos temporários. A ajuda destinada à reconstrução, segundo as necessidades da Igreja no país, serão disponibilizados nas próximas semanas.

Em linha com as prioridades da AIS, centrada em necessidades espirituais e pastorais, a organização católica espera receber uma série de pedidos de apoio para as necessidades espirituais das pessoas, que iniciam uma longa marcha para a recuperação.

Num depoimento enviado à AIS, o Arcebispo Auzo explicava que “estamos em grandes dificuldades por óbvios motivos logísticos. Não temos reservas de água e as bombas de gasolina estão fechadas. As coisas estão difíceis aqui em Porto Príncipe. Falta-nos tudo”.

Relatando as dificuldades sentidas pela população, o Núncio destaca a multidão em desespero que atravessa a fronteira em direção à República Dominicana.

Num seminário apoiado pela AIS faleceram nove seminaristas e alguns permanecem desaparecidos. Da capital haitiana chegam a todo o momento relatos de casas religiosas e de formação completamente destruídas, com várias mortes.

Particularmente dramática foi a notícia da morte do Arcebispo Joseph Serge Miot, de Porto Príncipe, ao cair de uma varanda em consequência do violento terremoto. O vigário-geral da Diocese permanece desaparecido.

Xavier Legorreta, que coordena os projetos da AIS na América Latina e no Caribe, pediu orações por todos os que foram atingidos pela tragédia.

Você pode contribuir fazendo sua doação pelo boleto do boletim mensal da AIS, pelo Carnê da Esperança ou pelo calendário da AIS. Caso você não seja cadastrado, clique aqui!

Para doação imediata, segue as contas bancárias:

Itaú – Agencia: 0300 – Conta corrente: 08444-9 – Assoc Bras Ajuda à Igreja que Sofre
Real – Agencia: 0793 – Conta corrente: 572147-1 – Assoc Bras Ajuda à Igreja que Sofre
Caixa Econômica Federal – Agencia 245 – Conta Corrente: 1637-0 – Assoc Bras Ajuda à Igreja que Sofre