//5ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida

5ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida

2015-08-26T13:42:16+00:00junho 26th, 2012|Notícias|

Defender a vida humana desde a sua concepção, colocando esses direitos no Estatuto do Nascituro é o que busca o Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil sem Aborto

Em busca de direitos e projetos que defendam a vida daqueles que ainda nem nasceram é que foi criado o Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil sem Aborto. A Organização, que não está ligada a nenhum partido ou religião e defende a preservação da vida desde sua concepção, vem atuando com apoio de diversos atores sociais, entre eles a Igreja Católica, que, por meio da CNBB e da Pastoral da Família, contribui para seu fortalecimento no Brasil. “Contamos com o amplo apoio da CNBB em nossas ações, pois lutamos pela mesma causa: a vida”, comenta a Drª Lenise Garcia, presidente nacional da ação, doutora em microbiologia e imunologia e professora da Universidade de Brasília.

Para trazer mais força a luta a favor dos fetos, acontece hoje (26/06/2012), em Brasília, a 5ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida que pretende levar ao presidente da Câmara Federal assinaturas da população que exigem a aprovação do Estatuto do Nascituro. “É importante que consigamos a efetivação desse estatuto o mais rápido possível, afinal nossa constituição hoje abre brechas tanto para o aborto quanto para a eutanásia”, comenta Lenise.

Durante a tarde de hoje, ainda será lançada a campanha A Vida Depende do seu Voto, que “divulga em nosso site os candidatos que aderem a vida e se comprometem com o cuidado com os nascituros”, afirma. Para conhecê-los basta acessar a lista no site Brasil sem Aborto (brasilsemaborto.com.br).

Sempre conselheiro dos ensinamentos de Jesus Cristo, Pe. Werenfried, fundador da Ajuda à Igreja que Sofre, já afirmava que “pessoas que apoiam o assassinato de vidas antes do nascimento não são dignas de confiança quando se levantam contra o aumento dos arsenais atômicos. Eles ameaçam a paz muito mais do que os enormes arsenais nucleares. Eles destroem a paz com Deus”. Os mais necessitados estão à espera.

Leave A Comment