//Boletim Outubro 2012

Boletim Outubro 2012

2012-10-26T18:39:52+00:00outubro 4th, 2012|Boletim|

“O Santo Rosário não é uma prática piedosa do passado, como uma oração de outros tempos, na qual se pensa com saudades. Ao contrário, o Rosário está conhecendo como que uma nova Primavera. Isto é sem dúvida um dos sinais mais eloquentes do amor que as jovens gerações sentem por Jesus e pela sua Mãe, Maria.” Bento XVI (Santa Maria Maggiore, 3 de maio de 2008)

Este é apenas o editorial do Boletim de Outubro de 2012.
Você pode baixar o boletim na íntegra ao final deste texto (anexo).

 

No dia 11 de outubro ocorrerá a abertura do Ano da Fé. Outubro é o Mês do Rosário, motivo pelo qual iniciamos esse tempo de graças com a Mãe de Deus. Com efeito, o Rosário é uma chave que nos abre a porta para a fé. Nessa oração é Maria em pessoa que nos toma pela mão e nos introduz nos mistérios da fé. Ela nos ensina a seguirmos Jesus em todas as circunstâncias da vida e a nos confiarmos incondicionalmente à sua Palavra. Neste Ano da Fé podemos nos conscientizar, mais do que nunca, por intermédio do Rosário, desta realidade: eu pertenço a Cristo.

O cardeal Meisner falou sobre um encontro ocorrido com católicos alemães residentes na Rússia que, em 1975, numa viagem turística pela ex-RDA (República Democrática Alemã), também visitaram a cidade de Erfurt, e lá participaram de uma Missa católica, pela primeira vez depois de 35 anos: “Após a celebração, um senhor do grupo perguntou: ‘Quais são as verdades da fé que devemos transmitir aos nossos filhos para eles alcançarem a Vida eterna?’ Eu pensei em dar a cada um deles uma Bíblia e um catecismo. Mas ele disse: ‘Levar livros religiosos para a União Soviética é mais perigoso do que levar armas.’ Então perguntei se eles podiam levar um rosário. Ele respondeu: ‘Como lembrança, podemos levar um rosário. Mas o que tem a ver isso com a nossa pergunta?’ Eu lhe mostrei: ‘Na extremidade do rosário existe a cruz. A cruz é como um livro que nunca conseguiremos estudar de fato até o fim. Com ela recitamos o Creio em Deus Pai, que é a nossa completa profissão de fé. Depois seguem as três contas pequenas. Nelas nós rezamos para pedir as três virtudes teologais: fé, esperança e amor. Essa é a nossa completa doutrina moral. Depois, nas outras contas, seguem por assim dizer os mistérios da vida de Jesus, que são como que os Evangelhos em código secreto ou em braile; só podem ser tocados pelas mãos e pelo coração. Isso, nenhum Serviço Secreto pode decifrar. E mais do que isso ninguém precisa acreditar e viver para entrar no Reino de Deus.’ O homem pegou firmemente o rosário na sua mão e disse: ‘A fé católica completa, em uma só mão!’”

Caros amigos, vamos recitar o Rosário com novo entusiasmo e, dessa forma, confiar a Nossa Senhora a renovação da nossa fé. Ela vai nos ajudar a fazer da fé o testemunho de um amor vivo. Porque a fé se manifesta em obras de amor. É com essa mesma confiança que nós também pedimos a ajuda de vocês, para aqueles que, por causa da fé, são oprimidos, perseguidos e até mesmo mortos. Eles são para nós um exemplo de fé e de fidelidade.

Leave A Comment