//Boletim Março 2012

Boletim Março 2012

2012-10-04T12:03:25+00:00março 5th, 2012|Boletim|

“Cristo quer ser muito mais do que uma sombra de suas parábolas de 2000 anos atrás… Aquilo que Ele fazia por si mesmo quando andou nesse mundo em pessoa, agora quer repetir por meio daqueles que levam o seu nome”. Padre Werenfried

Este é apenas o editorial do Boletim de Março de 2012.
Você pode baixar o boletim na íntegra ao final deste texto (anexo).

 

Somos em nosso íntimo eternos peregrinos da vida. Nada nos sacia ou nos basta por completo. Nosso coração, desde sempre, aspira para a eternidade. E é por isto mesmo que nossa natureza humana faz-nos caminhar durante a vida toda em busca de Deus, mesmo que isto não seja de todo perceptivo. Somente em Deus encontraremos a paz, consolo e descanso para nossa alma. Nisto, clama justamente o salmista: “Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Como a terra seca aspira pela chuva, assim meu coração tem sede de vós, ó meu Deus” (Sl 41).

Quando somos convidados por alguém nos sentimos naturalmente valorizados. Se o convite provém de uma pessoa que ocupa um lugar importante nos sentimos melhor ainda. Vejam. Quem nos convida e nos chama permanentemente é o próprio Deus. E isto não nos toca ou não nos fala?

Sabemos por experiência que todo tipo de exclusão nos fere e mesmo nos adoece. Deus não exclui ninguém. Todos são importantes e únicos para Ele, independentemente daquilo que somos, fazemos ou temos. Mas é inegável que Ele tem especial predileção e carinho pelos mais pequeninos, esquecidos e sofredores do mundo. Deus não quer que nenhum dos seus seja esquecido ou se perca. Ele Conta com todos.

Os discípulos de João Batista perguntaram a Jesus onde Ele morava. Também nós precisamos fazer hoje a mesma pergunta. E é certo que Jesus responderia da mesma forma que outrora: “Vinde e vede”. Ele sempre se revela e se deixa encontrar quando O procurarmos de coração sincero. Quando O encontramos Ele pede para que O apresentemos aos outros. Foi isto que aconteceu com os discípulos de João ao se encontrarem com Jesus. Eles O indicaram a Pedro e a outros discípulos. “Encontramos o Messias, o Salvador, o Cordeiro de Deus” (Jo 1,35-42). Os santos e santas de Deus nada mais fizeram do que retribuir ao amor com que se sentiram amados. É próprio da pessoa que ama falar do amado.

O encontro com Jesus nos transforma em missionários. O amor cristão nos leva para Jesus e Jesus nos leva para os irmãos. Quando o apóstolo Paulo teve seu primeiro encontro com Jesus, Ele o transformou de perseguidor dos cristãos em um grande missionário junto aos pagãos. Jesus sempre nos transforma.

Nossa vida cristã não se mede apenas pelo conhecimento que temos da Bíblia. Mas principalmente pela intimidade que temos com Jesus. Seguindo nossa natureza humana, já nos encontramos em busca de Deus, agora precisamos ter a sensibilidade de encontrá-lo dentro de nós, nos nossos irmãos, no acolhimento de sua Palavra, no seguimento dos ensinamentos da Igreja, na recepção dos sacramentos e particularmente na Eucaristia. Aproveitem o tempo especial da quaresma para buscar e encontrar o Messias, o Cordeiro que tira os pecados do mundo, nosso Salvador e Redentor.

2 Comments

  1. elizabeth tomie itada do nascimento 7 de março de 2012 at 03:59 - Reply

    QUANDO NO SILÊNCIO DO SEU CORAÇÃO, QUANDO ESCUTAR O VAZIO DO SEU CORAÇÃO, NA ANGÚSTIA DO VAZIO E NO MAIS PROFUNDO SILÊNCIO DO SEU CORAÇÃO…ESSE VAZIO , ESSA ANGÚSTIA….É FALTA DE ‘DEUS’…SÓ ‘DEUS’…. PREENCHERÁ ESSE VAZIO ,COM TODO AMOR QUE ELE TEM E SEMPRE TERÁ POR NÓS.

  2. Evander Chagas 23 de março de 2012 at 12:15 - Reply

    O grande poder da reconciliação com o pai e a experiencia mais deslumbrante que tem na façe da terra.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!