//Boletim Março 2010

Boletim Março 2010

2012-08-17T16:37:56+00:00março 2nd, 2010|Boletim|

Quaresma é tempo de celebrar a memória da encarnação, vida, paixão, morte e ressurreição de Cristo. É um tempo muito rico na vida da Igreja católica, totalmente voltado na preparação e vivência da Páscoa do Senhor, que para nós cristãos, se constitui na celebração das promessas de salvação para toda a humanidade.

Este é apenas o editorial do Boletim de Março de 2010.
Você pode baixar o boletim na íntegra ao final deste texto (anexo).

 

Sabemos que os bens da criação e do progresso humano são um direito de todos e não apenas para o privilégio de uma minoria. Como imagens de Deus, somos chamados para a vivência da partilha dos bens materiais, dos bens do progresso e das conquistas humanas, dos bens e dons dos carismas e da própria vida, como Cristo partilhou tudo de sua vida para nos redimir e nos salvar. Esta verdade está ligada aos ensinamentos da Igreja, como faz parte da vontade de Deus-Pai expressa no primeiro mandamento do Senhor: “Ama a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo” (Jo 10,10). A vontade de Deus é que todos tenham vida e vida em abundância.

Assim, perante o compromisso de amor cristão que brota do acolhimento e do seguimento da Pessoa de Jesus, a Igreja Católica, através da Campanha da Fraternidade, nos desperta para o compromisso de cristãos diante de nosso dever de amor com a justiça social de todos, nos introduzindo no espírito do tempo pascal com um questionamento todo particular que nos foi feito pelo próprio Cristo: “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24c). Isto é: não há amor a Deus sem o amor ao irmão, e amor verdadeiro ao irmão sem o amor a Deus.

Ainda estamos vivendo sob o impacto dos sofrimentos que atingiram grande parte dos irmãos do Haiti e eu questiono: se fossem nossos irmãos sanguíneos que estivessem lá passando fome e sede, enterrando seus amigos em valas comuns, sem perspectiva de melhora, sem ao menos uma Igreja para lamentar. Se fossem realmente nossos irmãos, será que não deixaríamos todas as nossas preocupações aqui para ajudá-los lá? Ora, para nós não basta a compaixão. Somos chamados a ter a atitude de Cirineu, de Verônica e o bom ladrão que com o Cristo sofre e chora nos nossos irmãos haitianos, os irmãos que rezam para o mesmo Deus que você e eu rezamos.

A caminho da celebração de mais uma Páscoa que se aproxima, convido a todos para que, no amor, continuemos generosos e solidários com o Cristo que vive sua paixão e morte no povo do Haiti. O Deus da misericórdia e do amor haverá de retribuir no cêntuplo a tudo o que fizermos pelos que mais sofrem.

2 Comments

  1. Davisson Rodrigues dos Santos 16 de março de 2010 at 21:29 - Reply

    Amigos, acabei de ver o Boletim deste mês, o Pe. Evaristo escreveu: “que não devemos ficar apenas na comoção”.

    (Tg 2,14-17)Irmãos, que adianta alguém dizer que tem fé, quando não a põe em prática? A fé seria capaz de salvá-lo? Pode haver irmãos ou irmãs que precisam de roupa e que não têm o que comer!

  2. elizabeth tomie nascimento 6 de abril de 2010 at 19:06 - Reply

    JESUS VERDADEIRAMNETE RESSUSCITOU ALEGREM-SE.Vida nova ,renova seus pensamentos ,suas atitudes,..O que estão fazendo com o TALENTO que DEUS te deu?? Use-a para com o seu próximo,reze,peça por eles,doe seus talentos…Deixe o IMPOSSIVEL para DEUS. Faça a sua parte..”FELIZ PÁSCOA “.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!